Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2011

Desejos para 2012

Não sou de muitas expectativas de ano para ano, mas começo a achar que já era tempo de as coisas começarem a correr bem. Por isso, para 2012 quero sorrir mais, viver mais, conseguir mais :) ambiciono o mundo!!! ;P

A todos vós desejo que o melhor de 2011 seja o pior de 2012... divirtam-se por aí e cuidado com os abusos.

Todos os anos por esta altura é mais do mesmo.

Todos os anos por esta altura tenho que gritar aos sete ventos porque raio a passagem de ano não me interessa, não me fascina e não é a minha preocupação principal.  Sinceramente, nunca foi uma data que desse muito valor mas de há uns anos para cá ainda dou menos valor. O meu pai faleceu há exactamente 11 anos, e por mais que sinta que consigo viver com isso (ainda mais com a relação problemática e distante que tinhamos) neste dia vou-me abaixo.  Neste dia fico sempre com aquela sensação de vazio, de que podia ter feito mais e melhor, que devia ter estado lá...sei que não podia fazer grande coisa mas é a sensação mais frustrante que podemos sentir depois de alguém partir. A maioria das pessoas não entende ou não quer entender e sinceramente isso já não me incomoda. Simplesmente hoje não é um bom dia para comunicar comigo... Amanhã, bem amanhã veremos. De certeza que não vai faltar o jantar com saborosas coisas para me deliciar, uns copitos de álcool , alegria, risos e festa mas hoje...hoj…

O último dos intes...

Epah já passaram quase três décadas e pimba nada é como pensava que ia ser. Mas é a vida e cá estou pronta para arrasar com este ultimo dos intes e tentar entrar nos intas com energia, pensamento positivo e sendo uma melhor pessoa todos os dias :) Assim sendo, parabéns pra mim!!!

Feliz Natal!!!

Desejo a todos vós um Bom Natal cheio de alegria, felicidade e saúde e com todos aqueles que são mais importantes para vocês... Beijinhos e muitas prendinhas no sapatinho!

Olha o Natal já aqui tão perto!

E eu já fiz quase tudo o que tinha de fazer. Já comprei as prendas, já entreguei algumas e já enviei os postais do postcrossing (foram ontem por correio azul...espero bem que cheguem a tempo e horas). Agora só faltam mesmo as sobremesas para a noite da consoada (mas essas só sábado de manhã) e já está Será só a mim que me falta totalmente o espírito natalício?!?

'A' música de Natal ;)

A partir do momento em que começo a cantar esta música é sinal que o natal está a chegar. O esprírito natalicío, esse mistério, ainda não assolou a minha alminha mas quando começo a cantar isto é sinal que a parvidade atingiu o seu auge. O filme é memorável e esta música é para sempre...
I feel it in my fingers, I feel it in my toes, Christmas is all around me, and so the feeling grows...

Às voltas com o coco

Quem me lê deve pensar que estou doidinha, que desta é de vez. Supostamente não gosto de coco, mas ofereceram-me um caixa de Rafaello's e claro que ando a comê-los. Mas já descobri o meu problema com o coco. É simples se for tipo quase em pó, que não sinta aqueles bocados de coco nos dentes é muito bom...por isso posso dizer que o recheio é bom mas que a cobertura (que me faz lembrar chocolate branco e não é) deixa muito a desejar...Alguém é servido?

Da amizade II*

Opah, não ando por aí a pensar que não tenho amigos e que sou uma infeliz. Não ando a dizer que aqueles que são meus amigos de verdade não o são. Sei que o são, sei que estão ali para o que der e vier obviamente.
Mas todos temos dias e dias. E há dias em que precisamos mesmo de ter aqui ao nosso lado a dar a mão quem sabemos que não pode estar e nesses dias a coisa complica-se.
Sei que não sou invisível nem transparente mas a amizade nem sempre é fácil e por vezes não estamos como queríamos estar.
E depois é Dezembro, aquele tal mês que eu abolia do calendário de bom grado...enfim, ainda faltam duas semanas de sentimentos contraditórios, de situações boas e outras esgotantes e infelizmente de mudanças drásticas de humor. Não sou uma pessoa fácil e em Dezembro muito menos...

*esclarecimentos ao post anterior

Da amizade

A amizade tem muito que se lhe diga, oh se tem!!!
Por vezes sinto que nem amigos de verdade tenho, está tudo tão longe que é como se eu fosse transparente, não interessasse...
O problema é meu...eu sei!

O S. Pedro e eu!

Ainda ontem, quando me deitei, pensei cá com os meus botões:' Há séculos que não há uma daquelas noites de chuva e frio comigo aqui no quentinho.' Pois bem, o S. Pedro com medo que eu entrasse em depressão pelo bom tempo que tem proporcionado aqui pelos Algarves resolveu mandar chuva a potes esta noite e logo quando estou a sair do trabalho sem um chapéu de chuva ou algo que se pareça com isso. Resultado, cheguei a casa num pingo e agora só penso:'Oh S. Pedro não podias ter esperado mais uma horita, não???'

É oficial!

A Rita Pereira diz mesmo 'inteiralmente' numa publicidade.
Uma vez que ela é que é a estrela, das duas uma, ou eu é que sou burra pois não conheço nem nunca ouvi essa palavra, ou então, sou surda e continuo a não ouvir bem.

Hoje é noite de festa!!!

Começo a achar que realmente estou a ficar velha!!

Há pouco, quando estava a sair do boteco onde trabalho, estava também a sair umas das miudas que lá trabalha que por acaso é quase minha vizinha. E eu na boa fé, perguntei-lhe se vinha para casa que assim faziamos companhia uma à outra. Quando ela me responde: 'para casa eu!!! tás mas é maluca, nem parece teu de ires para casa. vou mas é sair que tenho idade para isso não para estar em casa...quando for velha logo fico em casa.' Ou seja, indirectamente chamou-me velha porque eu disse que vinha para casa sentar-me ao pé da salamandra no quentinho...é triste eu sei, mas sabe tão bem!!!

Quem te avisa teu amigo é!

Há pessoas que não valem o ar que respiram é um facto. Também é um facto que tenho a mania que devo ser um tipo qualquer de Madre Teresa de Calcutá e que vou salvar todos de um mau caminho. É verídico, não consigo salvar ninguém. E também já perdia esta mania de vez, não consigo salvar ninguém e muito menos eu. Esta coisa de tentar ajudar os outros a superarem os problemas deles faz-me esquecer os meus, pô-los em segundo plano. Quem se lixa sou eu, sempre eu! I'm sick and tired :'(

Saltimbanco

Às vezes sinto-me como um saltimbanco. Sinto que não criei raízes em lugar algum e com ninguém. Sinto que sou um ser estranho para quem me rodeia. Sinto que não dou o melhor de mim. Às vezes sinto-me deslocada, como se não pertence-se a lugar algum. Como se estivesse sozinha, sem capacidade de comunicar com o que me rodeia. Por isso, só queria ter asas e voar para um lugar onde pudesse sentir que faço parte integrante de algo, que sou uma parte para fazer o todo. Acho que isto é do Natal se estar a aproximar e o espírito natalício estar num outro lugar qualquer que não no meu coração.

E eu que não gosto de coco!

Sempre disse que detestava coco. Mas acho que com a idade isso está a passar. Então não é que uma amiga minha me ofereceu uns biscoitos de coco e dei uma dentadinha num enquanto bebericava o chá e quando vi o pacotinho já estava vazio. Vá lá que só tinha 4 biscoitos, porque se fosse mais nem quero pensar.

E não é que hoje é greve geral!!!

E logo hoje que me dói a barriga. Será que o meu patrão vai perceber que não me dói a barriga de propósito e que na realidade não quero fazer mais nada que ficar alampada no sofá?! Agora é que reparei, quem fizer greve hoje, vai ter 3 semanas a trabalhar menos um dia, e pontes também vão ter nos feriados?1?...hum. As coisas estão más, mas na minha área, a função pública é o que me espera. Antes detestava a ideia, agora, mesmo com as medidas de austeridade, não é coisa que me aflija. O que vier, será.

O momento: BASTA

Tem de chegar o dia em que percebemos que chegou o momento: BASTA.  Este basta é o fim de fazermos tudo pelos outros e nós ficarmos sempre em segundo plano. Faço sempre tudo para agradar os outros e quando chega o momento de fazer algo por mim, deixo-me cair por terra e nunca faço o que devo fazer por mim. Só espero que este momento chegue rápido, rapidinho.

Feelings Nothing more than feelings Trying to forget my Feelings of hate*

Não preciso de dizer ao mundo quando estou feliz ou triste, se a vida me corre bem ou não, se me sinto só ou acompanhada. Não preciso de ser um livro aberto para ninguém, apenas preciso de ser fiel aos meus sentimentos. E esses sacanas, neste preciso momento, estão um bocado para o confusos. E por isso tirei estes dias para retiro pessoal e para esclarecer tudo nesta santa cabecinha. Acho que amanhã já encontrei o tal ponto de equilíbrio que procuro. Se não encontrar a vida também não para...para a frente é que é caminho.
*Letra música de Offspring - Feelings

Domingo

Ainda não sei se gosto dos domingos ou não. Se tenho que trabalhar ao domingo aborrece-me porque é domingo. Se não trabalho aborrece-me porque não faço nada. Hoje foi dia de total preguicite. Dormi o dia todo, vi filmes e mais filmes. Agora que devia de ser mais que horas de ir para a caminha, aqui estou eu. Não há sono por perto, nem vontade de ler e muito menos de ver filmes...os domingos são chatos,lol

Apetece-me!!

Pegar na chave do carro e ir. Ir correr o país, à descoberta de coisas novas, pessoas novas, lugares novos...  Eu, a estrada e os meus pensamentos.  Desde sempre que desejo ir, assim, à descoberta.  Sempre me faltou a coragem, até ao dia.

Sessão de Cinema: Amanhecer

Há pois é, é já neste Sábado que vou ao cinema ver o quarto filme da saga Twilight. Pareço uma criança de 5 anos à espera de algo que quero muito. E é verdade quero muito ver o filme.  Adorei os livros, os filmes nem tanto mas mesmo assim estão bons. Acho que todas as pessoas quando lêem um livro fazem o seu prórpio filme pessoal e depois quando vemos os verdadeiros filmes ficamos sempre um pouco decepcionadas, mas acho que faz parte.  Como já li os livros há muito tempo, agora que estou a rever os filmes para conseguir apanhar o fio da meada no Sábado, estou a gostar mais. E já quase que fiquei com a lagrimita no canto do olho a ver a Bella a morrer por dentro sem o seu amor...só por isto, queria apaixonar-me e viver um grande amor, podia era ser com o lobisomem porque para frio já basto eu...

Preço Certo

O que começou com um brincadeira, acabou com um bom prémio. Uma amiga minha inscreveu-se no Preço Certo por mera brincadeira e foi chamada, mas como tinha que levar um grupo de pessoas ainda pensou em desistir. Insistimos e tentámos arranjar o numero de pessoas para ela poder participar. A familia dela conseguiu uma carrinha da Junta de Freguesia e lá foram eles todos pimposos. Não é que a magana ganhou o prémio final. Eu não fui, tive de trabalhar, mas, assisti em directo. Na minha loja tudo parou a olhar para mim com o berro que dei e com os pulinhos de alegria quando vi que ela ganhou. Foi merecido, ela merecia...parabéns Miguxa :) torci por ti até ao fim mesmo sem ouvir uma palavra do programa.
A minha mãe foi, era ver ela toda contente a ver o Gordo ao vivo.

Não é nada barato tentar ser uma Nigella

Há uns bons tempos a minha irmã presenteou-me com um livro da Nigella. Na altura como anda va a fazer uma dieta muito restrita não podia cozinhar nada daquelas receitas, mas, uma vez que a dieta já foi à vida, ando tentada a cozinhar algumas (quase todas) as receitas do livro que tenho. Os doces são muito calóricos e a própria comida em si também. Mas além desse pequeno grande detalhe ainda temos os detalhes dos ingredientes. Algumas receitas são simples e não levam nada de mal mas em compensação há outras que levam ingredientes que nem sei o que são e pior que isso é o preço de alguns. Agora mesmo deparei-me com um molho de saldada que leva um vinagre que cada garrafita custa o valor simbólico de 15,20€. Sou só eu achar que é assim para o carote?!?Sei que não vou usar aquilo a todo o momento mas mesmo assim... Se alguns ingredientes forem assim tão caros, é coisa para deixar de querer armar-me em Nigella, ou se é...

Casa dos Segredos ou a peixeirada à boa moda do Português

Isto já começa a enjoar. A sério minha gente. Eu não sou uma espectadora assídua mas de vez em quando também me dou ao luxo de ver tal programa educativo na tv. Ontem deparei-me com aquela inteligência magnífica da Cátia e fiquei estupefacta. Não acredito minimamente que ela seja assim tão burra e cada vez mais acredito que ela faz aquele papel muito bem feito. Afinal ela é uma auxiliar de qualquer coisa a nível de saúde (lamento o facto de não saber mas percebi que trabalhava com idosos). Será que não haverá uma taxa de mortalidade elevada com o grupo que ela trabalha, é que com tamanha burrice a mulher deve trocar os medicamentos todos. Ou anda a dar-lhes mais saúde ou então não sei não. O caso mais falado Fanny e João M. já aborrece. São só amigos mas discutem como namorados e só falta saltarem para cima um do outro. O ex ou sei lá dela é que foi esperto, admitiu em directo que está a tirar proveito de ser um cornudinho. Seria parvo se não o fizesse. É triste ser conhecido por ser co…

Porque é que eu não posso ouvir música na rua?!?

Porque lá vou eu, rua acima, com os phones nos ouvidos e quando dou por mim já estou a cantarolar e as pessoas a olharem para mim. Se ao menos eu soubesse cantar, aí a história era outra.

Quero!

Quero ir a uma casa de Fados. Quero viajar. Quero mudar de emprego. Quero conseguir correr uma mini maratona. Quero aprender uma profissão. Quero tomar uma decisão importante. Quero participar num programa de cultura geral. Quero fazer todas as receitas dos meus livros de culinária. Quero ir ver aquele concerto, o tal (só ainda não sei qual) Quero apanhar um bouquet (é verdade que já apanhei um, mas como o devolvi acho que fiquei enfeitiçada) Quero muito viajar. Quero acreditar.

Adoro!!!

Desde que a Swatch lançou a colecção de Bijoux que ando de olho neste lindo anel. Adoro-o. Sempre que passava pela loja da marca aqui da cidade ou por qualquer relojoaria/ourivesaria que vendesse a marca, ficava ali a babar-me. Esta semana ganhei coragem, entrei e comprei. Foi a loucura do momento. Eu que não sou nada dada a estas coisas de anéis/pulseiras/fios/brincos e todo e qualquer género de adereços, achei um pouco carote, mas até deve estar dentro do preço porque de outra forma não se venderia. o meu receio é que não use, que me esqueça e depois é dinheiro empatado, mas agora já está e ele já está no meu dedinho de cachalote. Entretanto, já ando de olho nuns anéis da colecção da Pandora, se me habituar a usar lá terei de comprar.  Mas esses são três para fazer a combinação que gostei, logo deve sair bem mais caro. Mas é lindo, não é?

Há coisas fantásticas...

Sei que isto não interessa a ninguém e que vou estar a fazer publicidade gratuita, mas, as Mini Cookies com pepitas da marca Pingo Doce são fantásticas. Os pacotes são pequenos mas enormes, são doces q.b., têm o tamanho certo e combinam maravilhosamente com o meu chazinho da Lipton.  Os srs do Pingo Doce bem que podiam agradecer esta minha publicidade gratuita e mandar-me uns pacotinhos cá para casa.

Depois, quando eu me queixar que estou tipo baleia, mandem-me passear porque se não fecho a boca então não me posso queixar. Esta semana são só porcarias.

It's sad but true

Por vezes, (nem sempre consigo) tento ser positiva na procura de um emprego relacionado com a minha área de estudo. Com tudo o que ouvimos falar da crise e afins, é coisa para qualquer ser humano com um pouco de consciência ficar reticente com o que o futuro lhe espera. Já não sou recém licenciada porra nenhuma... daqui por pouco tempo já lá vão três anos e trabalho na área que é bom, nada. Nem a porra de um estágio. Pois dizem-me que estou a trabalhar e não me posso candidatar. Mas obviamente que se me escolhessem eu despedia-me. Mas não, tenho que ficar desempregada para depois me poder candidatar.  Entre poucas respostas negativas, nenhumas entrevistas e muito tempo de espera não há trabalho para mim. Já foi o tempo que enviava curriculos para todo o país. Já foi o tempo que enviava para voluntariados e daqueles lugares em que só pagam o subsidio de refeição. Fogo, uma pessoa precisa de dinheiro e não é com 100€ por mês que vive. As respostas ou não respostas continuam a chegar ou nã…

Eu sou mesmo consumista!!!

Comprei e adorei...quase que arrisco a dizer que são os meus preferidos :)  Enquanto procurava a imagem descobri que há uns de menta...quero provar!!!

A calçada portuguesa

Não me venham cá com coisas, que a calçada portuguesa só é má para saltos altos, porque, eu que só ando de sapatilhas também sofro com a calçada portuguesa. Nos dias como hoje, que chove a cantaros lá fora e que tenho de andar por estes passeios cheios de calçada escorregadia é uma ginástica do caraças para não ir de cara ao chão (quem diz cara, também diz rabo,lol). Sim, porque para quem não sabe calçada molhada e sapatilhas são duas coisas que não combinam. E não há marcas de sapatilhas melhores que outras, porque já experimentei montes de marcas diferentes, solas diferentes e a coisa é sempre a mesma, escorregar e cair de rabo no chão...

Hoje é dia de cinema!!!

Mas cinema verdadeiro,lol, com direito a gastar balúrdios num bilhete e num balde de pipocas :) Ainda não sei o que vou ver mas pareço uma criança de 5 aninhos quando a presenteiam com algo que ela realmente quer. Já não vou ao cinema há coisa de 10 meses... já era tempo de me deixar levar pelo fascínio do cinema e de me deixar de ver filmes no conforto do meu sofá.

Trick ou treat

O pessoal à minha volta anda todo entusiasmado com as festas que vão haver na noite de 31 para dia 1 de novembro.  Além de estar as trabalhar nos dois dias o dia inteiro, se há coisa que não me diz nada é o Halloweem. Sinto esta festa como algo que não é nosso. É um autêntico americanismo. Mas cada qual gosta do que gosta.  Aqui na minha santa terrinha vai haver uma festa brutal, pelo menos pelos preparativos que estão a fazer e pela publicidade vai ser de arromba. Eu não vou lá estar que não tenho vida para isto mas cá me parece que vai haver barraca, a ver vamos. Devíamos era ir todos de porta em porta pedir doces ou travessuras e assim era cópia integral. No meio disso tudo ainda é o que acho mais piada.

Ainda sou do tempo

Daqueles adolescentes que adoravam quando a hora mudava em Outubro, pois era sinal que nesse fim de semana podia ficar a divertir-me mais uma hora. Hoje em dia os adolescentes já podem sair às horas que querem e voltar como querem e quando querem. E ontem lembrei-me disso, pois nem liguei a isso quando andava algures por aí a divertir-me e acabei por vir para casa bem cedo. Já não sou o que era...

Friends with benefits

Se há coisa que comigo tem tendência a não funcionar é esta coisa dos amigos coloridos. Não tenho nada contra quem o faz, mas comigo a coisa dá sempre para o torto. A teoria é toda ela muito gira, muito interessante. Só estamos juntos quando queremos, não devemos satisfações a ninguém e vivemos a vida como ela merece ser vivida.  Mas depois vem a parte má, há sempre uma das partes que vai querer mais. Essa parte não fica satisfeita com o pouco que recebe pois quer mais e mais. A outra parte já acha que está a dar demais e não quer mais que isso. Complicado?!? Pois eu já vivi as duas partes, a parte que quer mais e a parte que não quer mais e nenhum dos dois é fácil.

Há coisas fantásticas não há?!?

Eu cá sou apologista da máxima de que quem tem amigos tem tudo. Posso não ter muitos amigos, mas os poucos que tenho sei que o são. Tenho pena de não estar com eles a todas as horas e todos os dias, mas quando estamos juntos, festa é coisa que não falha. E vocês, seriam capazes de viver sem os vossos amigos?
(quem diz amigos também diz amigas)

Mito vs Verdade

Acho que ainda há pessoas que pensam que no Algarve é praia o ano todo e só boa vida. Pois bem, não é bem assim. Aqui também chove torrencialmente, faz frio, faz muito vento, faz trovoadas, há inundações, há marés vivas. Temos todas essas coisas que o resto do país também tem. A minha cidade é uma das que tem menos precipitação ao longo do ano de toda a Europa, sim é verdade. Temos sorte (ou azar, depende do prisma que se vê) de ter mais dias solarengos, de termos uma temperatura mais amena, de termos melhores temperaturas para irmos dar ali uns mergulhinhos à praia em pleno Março ou Abril (só para corajosos) esplanar o ano quase todo. Mas depois temos as secas de verão, que pouca importância dão a esse facto mas a verdade é que os lençóis freáticos estão cada vez mais secos e com os níveis mais baixos de toda a história. Penso que os arquitectos que desenham e planeiam a construção da maior parte das estruturas por aqui não se lembra disso. O caso mais recente é o Aeroporto de Faro qu…

Há coisas sobre mim que não entendo :S

Estou aqui a fazer um esforço descomunal para não me ir enfiar na cozinha a fazer bolos e bolinhos. Estou ansiosa e nem sei porquê e a cozinha relaxa-me. Devia era ter tirado um curso de cozinha, isso é que era.
E não acho que lugar da mulher seja na cozinha mas entre panelas, tachos e formas sinto-me bem :)

Oh!!!

Afinal o mau tempo chegou sim. E chegou em força, estragos por esta cidade é coisa que não falta. Ao menos foi durante a noite, assim havia menos pessoas por aí. Mas se isto foi uma preparação para o Inverno que aí vem, ui ui , é sinal que virão aí uns tempos agrestes.... Sinceramente eu custei a dormir com o temporal que se ouvia lá fora. E agora dizem que foi um pequeno tornado ou sei lá. Isto é coisa de assustar... Mas não esquecendo que é do Algarve que falamos, hoje está um calor do caraças e está um belo dia de sol, a ver vamos o que nos reserva para a noite.

E pelos vistos o Outono começou...

...algures por este país porque aqui no sul do país plantados estamos com a mesma temperatura amena e só com um sol envergonhado. Porque chuva e mau tempo não é para nós. Porém nem tudo são rosas porque houve uma gripe a alampar-se aqui neste corpinho de sereia [not] o que torna a minha vida um pouco mais complicada. Enfim, nem tudo podem ser rosas...

a Gaja sofre...

Sabem nos filmes americanos quando falam daqueles encontros ou reuniões do pessoal do liceu. Pois eu detesto este género de coisas. Obviamente que se houver um jantar de curso ou de turma, vou se forem alguns dos meus copinchas. Daquelas pessoas que posso não ver durante anos mas vai haver assunto de certeza, e por fim acabamos por fazer a festa com poucos.  Agora, isto é coisa para me deixar super, hiper, mega nervosa. Estes jantares em que me convidam, não tenho forma de dizer que não, mas, que sinto que vou ser avaliada e  no fim vão ficar a comentar nas minhas costas. São estes jantares com aquelas pessoas que foram as super, hiper, mega amigas da altura mas que com o tempo seguimos caminhos diferentes e hoje já está tudo casado e com filhos e fazem questão de se reunir com a minha presença.  Obviamente que vou gostar de estar com elas e rever momentos bastante bons, mas, ao mesmo tempo sei que vão falar de mim porque ainda tenho aquele trabalho de merda, porque ainda não casei e po…

Banda sonora do dia 8#

Simplesmente divinal...
Há coisa que não entendo, vai uma pessoa ao ginásio exercitar as suas banhas e só lá está gente magra e elegante. Onde estão as pessoas com problemas de peso desta cidade? Serei eu a única?  E depois fico a sentir-me mal por lá andar, pois sou a única gaja com 500kg a suar as estopinhas e a morrer enquanto de resto anda lá tudo a passear...

Outono... até que enfim!!!

Agora sim, sinto o Outono a chegar e fico mais relaxada. Com estas noites frias já consigo dormir bem, já não ando constantemente com calor e já posso respirar fundo. Adoro o Verão e os longos dias de praia, as festas na piscina, as noites na esplanada... mas o Outono tem outro encanto. Aquele fresquinho que se sente, a roupa nova, o aconchego. Enfim adoro todas as estações do ano, mas como é óbvio tudo o que é demais enjoa e lá para Março já vou estar a desejar que chegue o Verão...

Há coisas que me assustam...

Trabalho cá com uma cambada de gente porca que é assustador. A sério, na restauração a falta de higiene é uma coisa mesmo muito assustadora. Um dia, hei-de me lembrar de não comer fast food...e aquela cambada é relembrar mil vezes por dia que têm de lavar as mãos antes de manipular comida...

Faz parte da vida

Quando estamos mal ou nos sentimos mal, temos que fazer por melhorar e por nos sentirmos bem connosco próprios, certo? Daí a minha decisão. Desta vez tenho de conseguir. O que está em causa é a minha saúde e o meu bem estar.

É sempre assim...

O fruto proibido é sempre o mais apetecido. Não entendo o poder que o proibido tem em mim, mas há ali qualquer coisa, lá isso há... Sempre fui muito virada para o proibido mas sempre me dei mal, só para variar um bocadinho.
Agora ando com o vicio de ler antes de me deitar. Independentemente da hora a que me deitar, leio sempre antes de dormir. Estou a devorar livros e a dormir muito pouco... Não sei até quando vou aguentar este ritmo mas não consigo parar de ler antes de dormir e também não consigo ler durante o dia.

É do cansaço...

A feira de Sta Iria a bombar ali no Lg de São Francisco e eu aqui enrolada no meu sofá sem forças para nada. Acho que estou a chocar uma constipação ou talvez seja só do cansaço, mas tenho o nariz entupido, os olhos a lacrimejar e dói-me tudo...com um belo de um fim de semana à porta e eu aqui neste estado. Não sei se gosto ou se não gosto. Por um lado apetecia-me umas folguinhas para repor as baterias, por outro lado, apetecia-me continuar a curtir ao máximo aproveitando todas as horinhas do dia e da noite. Ai!! vida complicada esta...

Começar de novo...

Pois é, cá estou novamente. Já tinha tantas saudades deste mundo que não conseguia ficar ali de braços cruzados à espera que o problema se resolvesse sozinho. De certeza que vou perder muitos seguidores, mas o que me interessa é que trouxe a minha casa atrás para este novo endereço e nova casa. Quem me quiser seguir é bem vindo. Eu cá estarei com as minhas coisas...

Aquilo é mesmo potente!

Aquele esparguete da Milaneza que supostamente é picante, é mesmo picante. Eu que adoro picante estou rendida aquele esparguete...se bem que já estou a ter dificuldade em encontra-lo à venda. O único senão é mesmo o preço em comparação com o esparguete normal.

É altura de voltar ao play...

Desde há um ano para cá (mais coisa,menos coisa) que deixei de acompanhar series e afins. Não foi por nenhum motivo especial, simplesmente preferi fazer outras coisas. Mas já estou um bocado farta de que me passem a vida a dizer que tenho de ver isto e aquilo e mais aquilo. Recomecei, esta tarde, a ver Dexter. Estou a continuar de onde parei, na quinta temporada e sinceramente estou a adorar :) já tinha saudades. Enfim, agora vou ver mais outro episódio, depois devo fazer uma breve pausa e mais logo à noite vou ver um filmezito. Só coisa boa hoje, sofá, comando na mão e porcarias por perto para comer.

A modos que é isto...

Sento-me em frente ao computador e não sai nada. Não me ocorre nada para escrever.  Na realidade até me ocorre umas quantas coisas, das quais não estou de todo preparada para partilhar no momento.  E depois ainda temos aquela porcaria dos vírus, aquilo começa a irritar-me mesmo a sério, não consigo seguir os passos que me dizem, pois a minha linguagem de 'computurês' é muito básica e ainda não alcancei o patamar de copiar ficheiros html e colá-los sei lá onde...Estou chateada e vou fazer beicinho e bater o pé!

A minha compreensão ainda não atingiu esse nivel

Juro que não entendo o que leva as pessoas a deixarem que chafurdem nas suas vidas desta forma. Todos os momentos mais baixos, todas as falhas são expostas. Estas pessoas não têm noção de como isto afecta a vida futura delas. Estamos a falar de professores, advogados, etc... Ainda ontem falava com pessoal amigo de como uma noite de copos pode afectar a imagem a nível profissional. Uma noite de copos em que estamos com os nossos amigos no bar do costume a fazer o que mais de normal pode haver, pode estragar uma boa imagem profissional, se isto pode acontecer nem quero pensar no que pode acontecer numa casa com não sei quantas câmaras em que se sabe tudo. A fama é uma coisa tão efémera...

Banda sonora do dia 7#

If I lay here,
If I just lay here,
Would you lay with me and just forget the world?
Depois de sábado à noite só podia ser este o resultado. Sou só eu que quero o impossível?!? Algo normal só assim para variar não faria mal nenhum...

Decidi-me pelo lado mais seguro!

Desapareço, evito, não falo, não vejo. Quando alguém não nos quer por perto, nada melhor que compactuar com isso. Assim evito desentendimentos, chatices e problemas de coração...  e afinal, já diz o velho ditado: longe da vista, longe do coração...

Não vejo mas vejo!

Não sou muito dada a novelas, mas há uns tempos tive aí umas jantaradas em casa de uma amiga e enquanto degustávamos a bela da refeição regada de um bom vinho viamos a novela da Sic, Laços de Sangue. Eu que não sou nada dada a este tipo de coisas comecei a ver e num instante percebi a trama toda. Só há uma coisa que me faz confusão, como é que uma gaja que já matou alguns familiares, fez tanto mal a outros e continua a fazer, sai sempre impune e consegue fugir à policia. Não sei se é só de mim, mas aquilo já enjoa. Como só vejo raramente só apanho a gaja presa e depois quando volto a ver já ela anda a infernizar a vida à irmã e vice versa. A sério que não entendo porque raio fazem estas coisas em modo: dura e dura e dura e continua a durar. Tudo o que é demais enjoa pah!!!

às vezes, mas só às vezes!!!

Olho para todo o caminho que já percorri.  E tenho a certeza que fiz algo de errado ao longo desse caminho. Mas não consigo arrepender-me das decisões que tomei, mas continuo a olhar para trás e a sentir que me falhou alguma coisa.

Resumindo as coisas em três palavras...

Não me apetece!!!

De certezinha que amanhã quando o sol nascer, irá nascer para todos e com certeza que melhores dias virão e aí já me vai apetecer...

E a modos que é isto, sucumbi à curiosidade.

E ontem, enquanto estava a fazer um zapping antes de dormir deparei-me com a apresentação dos participantes da Cada dos Segredos e só posso deduzir que estava correcta. Aquilo é mesmo do pior. Não sei onde foram desencantar aquelas pessoas mas foram ao fundo do fundo. Nada contra ninguém em especial mas aquelas apresentações fazem deles assim umas bestas e delas umas meninas da vida. Oh God!!! Mas é como disse, podem ser muito boas pessoas mas aqueles vídeos e as coisas que disseram sobre eles não abona nada a favor. E também não me fizerem ter vontade de voltar a ver, por isso, acho que a Casa dos Segredos fica mesmo só por ontem à noite.

People Change

As pessoas mudam. Por mais que digam que nunca vai mudar, simplesmente tudo muda.Cada vez mais acho que é a lei da vida. Por mais que digam que as pessoas não mudam, elas mudam. Podem não mudar da forma como gostariamos, mas mudam. Talvez por ter tanto medo de mudar que faço as coisas da forma que faço.

Acidentes de Viação

É coisa de me pôr toda arrepiada e com muita vontade de chorar. Detesto ver acidentes, é aquela sensação de querermos fazer algo mas não podemos fazer nada que resolva o problema. Acabei de presenciar um acidente aqui na minha rua, um dos carros vai pra sucata de certeza e o outro também vai levar uns bons arranjos. Ninguém ficou ferido mas uma das condutoras estava em pânico e eu quase comecei a chorar de ver a sra assim... deu-me vontade de a confortar e de chorar com ela. Só penso que se algum dia tiver um acidente acho que entro em pânico e tenho um ataque qualquer...espero bem que esse dia nunca chegue.

O meu cão tira-me do sério!!

Fui dar banho ao meu cão. Ele tem o pêlo preto brilhante mas por andar no quintal fica com o pêlo sujo assim mais para o preto baço. Dei-lhe banho, sequei-o, penteei-o e fui arrumar as coisas. Assim que virei as costas foi esfregar-se na areia e ficou castanho. Ralhei com ele e ele ainda foi esfregar-se mais na areia. Agora como castigo não lhe faço festas, está todo sujo outra vez :(

Sou uma mulher de sorte

Não tenho tudo o que quero, mas tenho tudo o que preciso (ou quase tudo, se não tenho é porque não preciso, certo?).

Há coisas para as quais eu não fui feita!

E eu não fui feita para o amor, para as coisas fáceis e simples.

Sometimes

É mais fácil não querer mudar as coisas, fazer com que tudo fique igual, do que arriscar e ter de mudar tudo. Acho que por vezes nos habituamos a tais situações na nossa vida por mero comodismo. Esse comodismo aborrece-me, enerva-me e irrita-me, agora, mais que nunca. Acomodei-me a tudo o que tenho na vida e no fundo acho que nem me permito a alterar o que quer que seja. Isso aborrece-me. Todas as vertentes que posso alterar na minha vida e arriscar, não arrisco. Tenho sempre receio do NÃO, esse bicho papão. Tenho medo do não após uma entrevista, tenho medo do não é possível fazer isto ou aquilo, ter isto ou aquilo. Tenho medo desse bicho papão de três letrinhas apenas e que me pode deitar abaixo a qualquer momento. E se eu não conseguir? Será que vou ganhar forças e seguir em frente ou vou ficar derrotada num canto à espera que me dêem a mão. E o pior não é ter medo do não, é simplesmente não acreditar que o sim é possível. Estou a tentar caminhar a passos de bebé nesse mundo que é o…

Happy Thank You More Please

Quem viu este filme?!? Há uma cena em que o gajo diz a ela para fechar os olhos e simplesmente ouvir o que ele diz sobre ela. A partir desse momento tudo muda. Ela vê o que não quis ver até aquele momento. Viu a pessoa que está por detrás daquela cara ou corpo desengonçado e simplesmente ouviu o que lhe ia na alma e foi precisamente naquele momento que se apaixonou por ele. E se fosse assim na vida real, será que eu conseguia que ele se apaixonasse por mim só de ouvir tudo o que me vai na alma?!?
Pior que não ter um emprego é ter um trabalho onde somos reais fantoches. O pior é quando isso começa a fartar...é sinal de desemprego à vista! Haja paciência, muita paciência.

E depois há pessoas como eu #2

Que continuo a ser parva todos os dias. It is noteasy to livein my skin. Melhores dias virão e quiçá coisas boas acontecerão...

Banda Sonora da noite #2

Adoro o original, mas esta versão também não lhe fica atrás.

Há todo um grupo de pessoas que eu admiro. Mas admiro mesmo.

Faz-me assim alguma confusão, ou fazia, porque acho que vou entrar no espírito da coisa. Imaginem estarem a pagar a uma pessoa para fazer um trabalho, mas estarem a pagar um bom valor à hora. E essa pessoa tem algumas coisas para fazer mesmo, tipo tem o trabalho para o qual está a ser pago, certo. Então essa pessoa à qual estão a pagar para fazer o trabalho acende cigarro atrás de cigarro a olhar para o trabalho que tem pela frente. Ficam assim a fumar o cigarro e a olhar para o trabalho como se não soubesse mesmo o que fazer ou na espera que ele se faça sozinho. Esta noite vou fazer o mesmo, enquanto estiver no meu horário de trabalho e reinar a confusão, vou dar um passo para trás e avaliar a situação e esperar que com a ajuda divina o trabalho se faça. Se depois me vieram chamar a atenção eu vou dizer que estava a avaliar melhor a situação para depois poder controlar os danos. É por coisas assim que este país está como está.

Pois bem, tinha logo que ser agora...

Já há uns tempos que ando com a pancada (boa) que tenho de praticar exercício físico. Ando nisto há já algum tempo mas em pleno Verão, com tanto calor e com os meus horários fui adiando para quando o tempo ficasse mais fresco. Tenho um plano fantástico e maravilhoso para me fazer penar as passinhas do Algarve. Qual Jilian ou Bob (admito que tirei algumas ideias dos exercícios deles), eu consigo sozinha. Porém, agora o tempo está mais fresquinho e ando mesmo cheia de vontade de pedalar e correr pela mata fora mas estou de castigo. Lixei as costas e pimba, nem andar consigo quanto mais correr ou pedalar. Preciso de uma valente massagem e repouso. Quando isto me passar já sei que também vou estar mole e com preguiça e o calor vai voltar... e aí não me vai apetecer tirar o cu do sofá, mas a ver vamos, pode ser que me surpreenda.

Ás vezes...

...só queria ter asas e voar para longe. Porque todas as decisões que tenho de tomar são sempre em prol de algo importante para mim. É só impressão minha ou na vida não devíamos de ter de escolher entre coisas importantes para nós. A minha sempre se fez de escolhas e pior é que às vezes sinto que escolhi sempre de forma errada...Já tenho receio do que aí vem. Tinha sido mais fácil de outra maneira, lá isso tinha.

Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência

É qualquer coisa como, estarmos rodeados de uma multidão, mas continuamos a sentir-se sozinhos This is life

Perdidos e Achados

Não sei se sou eu a perder-me, ou a sentir-me perdida, mas na minha opinião acho que deixamos muito a desejar no que respeita a direcções. Não tenho GPS, apenas me guio pelas indicações que apanho ao longo da estrada e já não é a primeira vez que estou a seguir direcções e pimba, no próximo cruzamento já não aparece as indicações do sitio para onde tenho de ir. Isto já me aconteceu por todo o país, não é algo que posso atribuir a uma determinada zona, mas infelizmente acontece sempre há noite e depois de estar num cruzamento ou rotunda com umas 5 saídas lá arrisco na intuição... umas vezes dou-me bem, noutras nem por isso. Será assim tão difícil colocar direcções até à zona pretendida? Ou se calhar é melhor comprar um GPS de uma vez por todas.

Agosto, meu querido Agosto

Aqui estou eu, no meu sofá a comer o farnel que levei para a praia. Estava tanto vento, mas tanto vento que nem dava para lá estar sem ser enrolada na toalha e a comer areia. Este final de Agosto está bem mauzinho...será que isto quer dizer que o Verão está a chegar ao fim?!? Logo este ano que eu tinha idealizado fazer praia até Outubro... De qualquer das formas aqui estou eu a degustar o bom do folhado de queijo e a beber um caprisone, para o final do lanche está reservado o belo do ananás natural. Sou uma gaja que se alimenta bem...

Achei-lhe piada...

...e sem dúvida alguma que era o mais bonito do programa. Espero não estragar o final do 'True Beauty' a ninguém, mas achei mais ou menos bem ganho. O rapaz é um doce e no meio de tanto mau feitio e com atitudes menos boas era o melhorzinho que lá andava. Achei piada a este reality show, no fundo é mais um para mostrar o lado menos bom das pessoas e para os próprios concorrentes verem que o que conta não é só o pacote por fora, mas sim o que vai lá dentro. Tirava-lhe aqueles brincos à Cristiano Ronaldo mas de resto, ui ui...

Voltei!!!

Depois de uma semana longe da civilização, voltei com força e garra. É preciso é que este meu querido pc não resolva pirar de vez após a sua curta estadia a reparar. Ao menos parece que está em melhor estado do que foi. Agora é levar uns bons dias a actualizar-me do que se passa nesta blogsfera (já vi no meu mail que recebi um selinho) e depois recomeço em força.  Epah, já tinha mesmo saudades disto...

Can we?!?

Can we pretend that airplanes in the night sky are like shooting stars?

My intuition sucks

Tento sempre ver o lado bom das pessoas. Tento sempre acreditar que todas as pessoas têm um lado bom, mesmo aquelas de quem não me falam bem. No entanto, uma coisa é simplesmente não gostarem de alguém e não quererem que eu goste, outra coisa é essa pessoa em causa não prestar para nada e eu insistir em acreditar que no fundo, bem lá no fundinho, não é assim tão mau quanto isso. A realidade é que em situações destas nunca me dei bem e as outras pessoas têm sempre razão. Já estou cansada de ter as pessoas erradas na minha vida, enquanto as certas me escapam por entre os dedos. A minha intuição é uma merd@...

Sometimes

Às vezes parece que ainda não passou, que ainda não faz parte do passado. Às vezes dói como se fosse ontem. Acho que era mais fácil se mudasse de país, continente, mundo... Há dias que mais valia ter tirado o cu de casa e ir apanhar chuva na praia, ao menos refrescava as ideias em vez de passar o dia a pensar em porcarias. Do mal ao pior, no inicio da tarde eram só porcarias do presente e agora mói-me o passado...

What goes around, comes around...

O karma, ai o karma. Até estou com medo dele. Não que tenha feito alguma coisa muito má, não que tenha prejudicado alguém... mas tenho cá para mim que quando ele vier cai o Carmo e a Trindade. A minha relação com o karma sempre foi complicada, por mais bem que faça o mal vem sempre bater à minha porta. Agora que fiz algo não muito correcto, já estou a antever o que aí vem... Depois não me posso queixar, é aguentar e calar.

Tenho a dizer...

...que a praia está fantástica e que já começo a fartar-me de areia. E piscinas para poder ir dar umas bombas, quem tem?!? Este Verão está a ser o tal Verão. Não me posso queixar de nada além de que as férias já estão a acabar e agora só há mais para o ano...

E se...

...hoje fosse o tal dia. Aquele dia que muda as nossas vidas para sempre...

Do amor

O amor deve ser o sentimento mais estranho para mim. Aquele com que menos consigo lidar. Em tempos sei que estive feliz e que deixei algumas pessoas fazer parte da minha vida, agora simplesmente não quero. Mas há uma pessoa. Uma pessoa que sem um motivo especial me faz sentir algo. Um sentimento ao qual não posso chamar de amor. Amizade talvez. Sentido de protecção. Não sei explicar, mas amor, amor daqueles de cortar a respiração não é. Não há borboletas, não há coraçãozinhos, não há nada. Só há qualquer coisa que não consigo explicar.

Se calhar ainda não desejei com a força e intensidade necessária.

Sem dúvida alguma que um dia que tome a decisão, mesmo que seja para pior, será a decisão mais marcante da minha vida e a que revolucionará a minha forma de estar na vida. Já era hora de o universo conspirar a meu favor e fazer acontecer. É que isto está difícil de aguentar.

Sim, vamos falar do tempo.

Só falta começar a chover, se bem que já choveu e já rebentaram trovões na parte da manhã. Esta semana apetecia-me sol, calor e pimba, voltei ao edredão e as casacos. Este tempo não se entende. Estamos a iniciar um Agosto em jeitos de Outono. O S. Pedro anda confuso, cá me parece.

Quando o pessoal começa a falar dos seus pais e tal...quando falam daquelas coisas mais simples como gostos e afins eu só sei que nada sei...

Nem sequer sei se o meu pai gostava de futebol, se era simpatizante de algum clube. Apenas sei que nunca podia faltar vinho tinto, aguardente, wishky e um maço de SG Gigante.  E pensar que há pessoas em situações piores que a minha... é triste, muito triste. Afinal foi quem nos deu vida e é isto.

Dar tempo ao tempo

Como é que posso ficar chateada com uma pessoa, porque este tomou a decisão correcta para consigo próprio, lesando-me a mim. Obviamente que não posso ficar chateada.  Mas custa um bocado, só um bocadinho. Já me disseram várias vezes, já o disse várias vezes, o tempo cura tudo.

Da estupidez de algumas pessoas...

Na vida já me deparei com todo o tipo de pessoas. Aquelas que realmente valem a pena são as que menos falo aqui. São as minhas pessoas. Todos temos as nossas pessoas e eu tenho as minhas. E cá me parece que são as melhores. Mas depois há as outras pessoas, aquelas que realmente me fazem dar valor às minhas pessoas. Há um tempo tive um problema com um amigo e a desejo/vontade dele deixamos de nos falar. Já de si estas coisas do não me falas mais não lembram nem ao menino Jesus. Então hoje somos amigos, amanhã já não somos?!? Acredito que as pessoas se podem afastar e se podem chatear, mas o verdadeiro sentido da amizade é tudo isso ser ultrapassado porque de outra forma não é amizade. Voltando ao meu amigo, quando nos deixamos de falar ouve outras pessoas que se aproximaram muito de mim. Obviamente nem percebi o motivo e claro que como gosto de me dar bem com todo o mundo não liguei nem dei importância. Dei-me a conhecer e deixei conhecerem-me.No entanto, passado uns tempo voltei a acert…

Stieg Larsson, e agora?!?

Já conclui a leitura da colecção do Stieg Larsson e pergunto: E agora?!? Quero mais, estes três livros não bastam. Quero continuar a saber da vida de Lisbeth Salander e do Mikael Blomkvist. Quero mais peripécias e casos loucos. Quero mais confusões policiais. Quero mais julgamentos e perseguições. Quero, pelo menos, mais 2 livros. Só de pensar que o dito escritor tinha planeado, pelo menos, mais uns 10 livros, mesmo que não fossem sobre as personagens mencionadas acima, eu iria lê-los todos.  Estes livros, para mim, têm a particularidade de no início serem um pouco confusos e não percebermos o envolvimento na história mas no fim tudo faz sentido. Recomendo a trilogia.

Para mim não faz qualquer sentido...

...deitar-me tardíssimo no verão. Sou daquelas pessoas que gosta de aproveitar todos os minutos de um grande e belo dia de Verão. Nesta estação não sou dada a noitadas, a bebedeiras e coisas dessas. Mas adoro acordar mais cedo que o costume e aproveitar os bons dias de sol e calor.Não quer dizer que não o faça mas custa-me muito ficar na cama até às tantas no dia a seguir. No Inverno, por sua vez, já gosto de dormir até mais tarde, sair durante a noite e enfiar-me em bares e discotecas, beber uns copos, etc... em suma, aproveitar a noite. Cheguei à conclusão que sou um bocado esquisita...

A maldição dos 27

As teorias da conspiração continuam em forte:

'O ‘Clube dos 27’, que gerou teorias no universo da pop, começou com Brian Jones, dos Rolling Stones, afogado numa piscina em 1969. Um ano depois, o mago das guitarras Jimi Hendrix engasgou-se no próprio vómito, num hotel londrino, depois de misturar vinho e drogas. Seguiu-se Janis Joplin, também em 1970, que terá sucumbido a uma overdose de heroína. O líder dos The Doors, Jim Morrison, morreu numa banheira em 1971, em Paris, e, em 1994, Kurt Cobain, também viciado em drogas, matou-se com um tiro.'*
 Assim sendo já estava mais que previsto que a jovem cantora britânica também não passaria deste ano. Triste ver um jovem perder a sua vida porque enveredou pelo mundo das drogas e se deixou levar por elas. Uma cantora que deixou marcas no mundo da música. E eu que disse tantas vezes que se ela viesse mesmo ao Sudoeste que faria o esforço para a ir ver...
 *in Correio da manhã online

Estou...

...mesmo muito cansada. A precisar de férias das férias...

Há coisas assim...

Quem já leu os primórdios deste blog sabe que vivi um amor platónico (não foi bem platónico), assim para o impossivel, talvez. Um amor não correspondido durante muito tempo...no fundo, acho que ainda não o esqueci totalmente mas já lá vai. Hoje fiquei a saber que esse meu amor/paixão que supostamente era um gajo super feliz e que tinha a seu lado a suposta mulher da sua vida, já não tem.  Ao invés de ficar feliz com essa revelação, estou triste. Sinto que ele perdeu uma parte dele assim de um momento para o outro porque pelos vistos ela nunca quis estar com ele. Revelação a mais, já sei que dispensam isto. Mas o cerne da questão é mesmo, o que umas não querem e jogam pela janela, outras davam tudo para ter...mundo injusto, este.