Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2013

Desabafo do dia

Eu sei que o país está mal, que atravessamos tempos complicados. Eu sei que desde que nasci o país está mal e cada vez só piora mais ainda. Também sei que temos que agradecer por termos emprego, um lugar onde viver e comida no prato. Eu sei disso tudo de cor e salteado. Só me faltava saber, soube hoje, que os tempos de escravidão voltaram. Se me revolta, ai revolta e não é pouco. Se me apetece virar as costas e mandar tudo para um bom lugar que cá sei, apetece-me. Mas não posso, preciso de continuar a viver. Injustiça de país onde vivemos que se agarram à merda da crise para lixaram os mais pequenos, dia após dia. Os chefões fazem férias pelo mundo, vivem em casas de luxo e vivem como se fossem reis. Mas sou eu e uns quantos mais que trabalham para eles terem a vida que têm. Agora ou aguentas as condições ou lixaste. A escolha é tua!!!
Acabei de saber hoje que querem demitir um membro da equipa de gerência. Se os horarios e trabalho não é fácil com 3 pessoas, não quero pensar com apena…

Gato escaldado de agua fria tem medo

E estou tão escaldada em relação ao 'amor'/enamoramento que depois só dá barraca. Ando numa de quer e não quer e pronto quando me decido já é tarde. A pessoa já foi para outra... O problema é que isto não aconteceu só uma vez...acontece sempre que alguém se aproxima. Não sei se esta indecisão é boa ou não mas tenho que continuar a acreditar que se o rapaz não sobrevive à minha indecisão é porque não tinha de ser e que algo melhor está para vir. Se não acreditar nisto é mau, muito mau...vou ficar velha, rezingona e sozinha.

Resumo da 4ª semana de ginásio

Idas ao ginásio: 3 Dores no corpo: não tive dores por aí além, mas o monitos do ginásio anda sempre em cima de mim a alterar os niveis da máquina, acho que me quer matar.

Peso perdido: é melhor não falar disso Entusiasmo para a semana que se avizinha: até tenho andado muito entusiasmada, não fosse uma virose intestinal que me arruinou a semana e os planos, mas para a semana será a bombar.

Filmes #3

O filme deste fim de semana de sopas e caldinhos não me convenceu de todo. O primeiro foi hilariante, o segundo foi assim algo demasiado feito e, por último, o terceiro é assim quase uma obrigação. Continuo a achar que há filmes e series que de serem sucessos não se deve exagerar nas continuações pois só os arruina. Podiam perfeitamente ter feito apenas o primeiro filme e seria tipo o filme...os outros dois só o arrastam para mais uma trilogia igual a tantas outras. Mas pronto, esta ainda tem o meu querido Bradley Cooper :)


Se o mundo fosse um carrossel...

...eu diria:
às vezes pergunto-me: Que raio de mundo és este?!? Onde para a justiça e a igualdade ?!?

À vontade não é à vontadinha

Desde sempre frequentei ginásios e sempre tive a mesma postura nos balneários. Não sou uma mulher toda púdica e cheia de vergonhas, além de não gostar das minha banhas, não me escondo. Tomo duche no ginásio quando não vou logo para casa e sobrevivo. Mas faz-me assim alguma confusão as mulheres despirem-se longe dos duches e andarem lá às voltas todas despidas sem pudor nenhum. Eu, por norma, dispo-me junto aos duches, nuns bancos que lá estão e entro no duche. Quando acabo no duche enrolo-me na toalha e vou para zona de vestir e visto-me. Claro que não estou enrolada na toalha o tempo todo, por vezes cai e pronto mostro mais do corpo, mas não preciso de andar por ali como vim ao mundo da mesma forma que ando num centro comercial. Acho que um bocadinho de roupa nunca fez mal a ninguém...

Daquilo que se gosta

Em tempos, numa daquelas conversas com uma colega minha, ela dizia-me: que trabalho nunca se gosta, trabalho é trabalho e coisas que gostemos de fazer não são trabalho. Eu discordei na altura e discordo hoje.  Há pessoas que se realizam profissionalmente e que realmente gostam do que fazem mas não é por isso que deixa de ser trabalho.  Eu, quando faço realmente o que gosto, como ontem que passei 8h agarrada a um fogão e a um forno a fazer  que gosto, senti-me cansada e cheia de dores por estar tanto tempo de pé e a maioria das vezes com uma má postura. Esqueci-me de almoçar e de lanchar e quando acabei aquilo que me tinha proposto senti-me realizada acima de tudo, mas também me sentia esgotada e cansada como me sinto depois de um longo dia de trabalho no boteco.  Para mim a maior diferença é o sentir-mo-nos realizados, quando nos sentimos realizados todas as outras dores são inferiores, doem de uma forma diferente. Para mim é isso, há o trabalho que se faz porque precisamos de ganhar…

Avé folguinha

E calhou-me tão bem a folga desta semana. Com o temporal que se sente lá fora sabe tão bem ficar na cama enrolada nos cobertores a fazer ronha enquanto o vento e a chuva batem na janela...não trocava este momento por nada deste mundo :)

Filmes #2

Este fim de semana deu para descansar um pouco e aproveitei para ver mais dois filmes da minha colecção gigantesca de filmes para ver. 
Este filme é sobre um grupo de jovens que começa a assaltar a casa de algumas celebridades. Achei interessante pois é baseado em factos reais mas que me faz alguma confusão lá isso faz. 

 Este filme já tens uns dois aninhos, pensava que seria mais interessante e talvez mais assustador. Não sei bem onde fui buscar esta ideia mas enfim, estes dois já foram.

Resumo da 3ª semana de ginásio

Idas ao ginásio: 3 Dores no corpo: suportam-se cada vez melhor mas foi uma semana esgotante a nível físico, trabalho exigente e no ginásio foi mais para passear as banhas
Peso perdido: começo a duvidar se alguma vez perderei uma grama sequer Entusiasmo para a semana que se avizinha: está assim num 6 numa escala em que 10 é super e mega entusiasmada

Para a semana o objectivo é ir cinco dias nos seis dias que o ginásio está aberto. Um dos monitores está a tentar matar-me e se continua assim vai conseguir que eu sucumba em pleno ginásio ou então que fique uma gaja muito boa.

Gulodices #5

Este bolo tem uma particularidade, leva maionese. Na altura que me passaram a receita eu fiquei assim de rosto meio franzido, maionese?!? Na realidade o sabor nem se sente, e o efeito da maionese deve ser o mesmo que o óleo ou a manteiga. Não é o melhor bolo do mundo mas come-se. Este Foi feito porque a minha mãe quer levar para as fisioterapeutas. A receita dá um bolo enorme, então dividi em 2, uma forma maior e esta mais pequena. A receita é simples: 1 frasco pequeno de maionese 3 frascos de açúcar 3 frascos de farinha 8 ovos fermento em pó 1 saco de chocolate em pó Bate-se tudo junto e muito bem, no final adiciona-se 1 frasco de agua morna e volta-se a bater. Forno a 180º, cerca de 30 minutos...tirei para aí aos 28 minutos. Forrei a forma com papel vegetal porque me disseram que tem tendência a colar no fundo.

Filmes #1

Há décadas que oiço falar d'O Fabuloso destino de Amelie. Sinceramente não sou assim muito apreciadora do sotaque em francês e talvez seja pelo hábito de só ver filmes americanos ou ingleses que faz com que soe estranho. Este filme já me tinha sido recomendado tanto pela história como pela banda sonora. É daqueles filmes que queremos ver mas que não fazemos muita força, sabemos que está ali e logo vemos um dia. Hoje (mais propriamente ontem à noite) foi o dia. Admito que no inicio não achei nada de especial e só me perguntava: que raio tem o filme de especial para todo o mundo dizer que é muito bom?!? No entanto, a história foi desenvolvendo e desenvolvendo e pimbas, acabei por adorar o filme e achar que as 2h de filme e banda sonora valem bem a pena.

Ai que calor Ai que calor

Não é por nada, mas o vizinho da frente lá do boteco dá-me cá uns calores que só visto!!! Pior é que sempre que vejo o homem estou toda desgadelhada, mal vestida (convenhamos aquela roupa do trabalho não fica bem nem ao pai natal) enfim, nada bonita e interessante... mas aquele sorriso que ele me manda dá-me cá uma vontade de lhe saltar pra cima que só visto. Mau mesmo é que se lhe salto para cima ainda esmago o homem mas fora isso, tudo numa boa.

Resumo da 2ª semana de ginásio

Idas ao ginásio: 4
Dores no corpo: até não são muitas mas sinto um cansaço físico mais elevado
Idas ao ginásio a seguir a borga e noitada: 1
Peso perdido: algures entre nada e zero
Entusiasmo para a semana que se avizinha: a um nível muito baixo, a minha companhia não tem horários compatíveis. Mas tenho que ir pelo menos 4 vezes


Raramente vejo tv mas quando vejo apaixono-me facilmente

Ontem, ao acaso vi uma reportagem ou documentário na RTP 2 sobre as Aldeias de Xisto e a sua repovoação e dei em mim a pensar num pequeno projecto que já anda há muito tempo a ocupar a minha mente, fazer as malas e abalar. Apesar de me considerar uma pessoa citadina, adorava viver num lugar assim, cheio de natureza, descanso e coisas boas. Acredito muito facilmente que se realmente se concretizasse, ia-me sentir no fim do mundo e longe da civilização. Mas há dias em que o sossego que teria, se vivesse num lugar desses, me faz ter vontade de nem sequer pensar. Simplesmente ir. Um dia talvez, nunca se sabe!

Devo ser o maior desafio de toda a história daquele ginásio

Pelos outros frequentadores que já encontrei (e foram muitos) eu devo ser o maior desafio de sempre daqueles monitores, muitos quilos tenho a perder. Mas aos poucos vamos fazendo. Ontem foi um dia extremamente extenuante, pois assim que lá pus os pés foi dia de medição corporal, peso, altura, idade e massa gorda... Isso lá são perguntas para se fazer a uma menina como eu?!? À custa disso comecei logo o treino esgotada e cansada...ia desmaiando a meio...mas tudo se faz e se recompõe. Hoje há mais :)

Das pessoas e de como nem tudo o que escrevemos tem um duplo significado

Ter um blog conhecido entre os meus amigos e família começou a incomodar-me. Não que o outro blogue tenha alguma vez deixado de fazer sentido, que não deixou. Simplesmente tinha de seguir para outro lado sem deixar um grande rasto. Tinha de seguir para um lugar em que pudesse falar do que me apetecesse sem que ninguém me fosse mandar sms ou ligar para falar do que escrevi. Não que tenha algo contra isso, que não tenho. Mas o que escrevo aqui é como se escrevesse num diário de bordo da minha vida e por vezes são pequenos desabafos que não têm mais significado do que aquilo que está escrito e as pessoas começam logo a fazer filmes enormes. Se escreves isto estás apaixonada, se escreves aquilo é porque te largaram, se estás feliz é porque devias estar triste e vice versa. Enfim, as pessoas que me conhecem tendem sempre a pôr a carroça à frente dos bois e isso aborrece-me.

Primark

Aqui na santa terrinha não há Primark. Se quiser visitar esta loja tenho de fazer uma viagem de 1h de carro para lá e mais 1h para cá. Só fiz essa viagem 2 vezes até ontem e jurei a mim mesmo que para ir para o mercado ali de Estoi não precisava de fazer tantos km. Pois bem, ontem vim de lá super feliz e com um saco cheio. Como me pude enganar tanto com esta loja... Realmente tem muita porcaria para lá. Não falta porcarias sem ponta por onde se pegue, mas também tem umas coisas giras. Temos que perder muito tempo lá dentro. E quando digo muito tempo é assim algo como 3h a revirar cabides e montes de roupa. Até tem umas coisas giras e baratas. A qualidade pode não ser a melhor, mas infelizmente a minha carteira também está em crise por isso viva a Primark!!!

Resumo da 1ª semana de ginásio

Idas ao ginásio: 3
Dores no corpo: mais que muitas
Músculos descobertos que não fazia a ideia que existiam: demasiados
Peso perdido: não faço a menor ideia mas calculo que algo parecido com 1 grama
Nível de entusiasmo para a semana que começa: a ver vamos.


Das multinacionais #8

Não percebo bem onde isto vai chegar, mas com as novas leis e com os trabalhadores por conta de outrem a perderem direitos a cada dia que passa vai levar à escravatura. No boteco onde trabalho, a empresa que pegou naquilo exige que faça mais 3/4 ou até mesmo 5h por semana além das 40 mas que só receba as 40 e nunca poderei gozar dias pelas horas a mais. É claro que não podemos trabalhar mais de 5h sem uma pausa, mas ali isso é inexistente. Chegamos a fazer mais de 12h por dia e aldrabamos os horários do Act e a sua correcção no livro de ponto. Já nos disseram que podemos ir fazer as queixas que quisermos que nunca dará em nada, por isso, ou trabalhas e exploram-te ou sais com uma mão à frente e outra atrás e ficas sem trabalho...

Ginásios, Constatação #1

Os frequentadores de ginásios são pessoas com tudo no lugar. Por isso é que pessoas como eu que vão para lá morrer se cansam em tão pouco tempo...há só gente perfeita lá. Pergunto, onde andam as pessoas com problemas de peso deste país?

Eu sei, eu sei...

Todo mundo adora o verão, entra em euforia total nos primeiros raios de sol calorentos do verão. Eu também gosto, acreditem...mas quem me tira o inverno, outono e primavera tira-me tudo. Eu adoro o verão quando estou de férias, é só praia, festas e paródias. É um deitar tarde e acordar tarde, é água salgada na pele e aquele tom branco mas já com marcas de bikini. Mas ai como eu gosto do frio a bater na cara, de caminhar pela cidade à chuva, do vento a bater na janela, de cachecóis, de mantas e agasalhos, de lareiras e salamandras....