segunda-feira, 29 de junho de 2009

À conversa com...

Diálogo entre gajas:


#) Opah eu até gostava de conhecer alguém minimamente interessante para me apaixonar...

*)Duuuhhh, mas tu não consegues fazer isso porque já estás apaixonada!!!!

#) Humm ok, mas esse não conta porque ele não gosta de mim...


e pronto está tudo dito.

Crónicas de uma gaja que já não fuma

Ontem fez 4 meses que não fumo (que vontade tive esta semana) e nada melhor do que ir festejar, mas tem de ser com qualidade :).
Ainda bem que não tenho o carro (já só faltam 2 dias) porque assim sinto-me livre e posso beber o quiser...e bebi. 4 meses sem fumar é uma vitória, até para mim que não sou/era daquelas pessoas que fazem a vida em função do cigarro. Pelo menos não ando sempre a cheirar a tabaco (agora nem suporto esse cheiro), mas também não vejo aquelas diferenças todas que me andam sempre a falar (sou mesmo diferente), estou contente pela minha opção. Mas voltando à parte da festa e da qualidade, primeiro fui ao bar onde fiz a aposta para beber o primeiro shot e a primeira mini (Reticências Bar), depois segui para outros spots fixes com bebidas fixes (tequilla e mini), mas voltei ao primeiro para finalizar com um shot de Goldstrike (depois lembrei-me porque é que nunca mais tinha bebido aquilo :s). A parte chata é que todas as 'festas' acabam, não vimos o nascer do sol porque estava nublado mas já era dia...o pior mesmo foi ter de ir a pé para casa :(, mas visto que se quero beber não tenho outra alternativa, toca a subir a avenida para chegar a casa.

(apesar de não me incomodar muito fumarem ao meu lado, continuo a preferir bares sem fumo. É mais fácil respirar, tirando o incomodo do cheiro a suor, que por vezes é insuportável)
'Vou contigo onde quer que vás e estarei contigo onde quer que estejas'


(demasiado possessivo? talvez, mas eu queria ouvir, só hoje)

sábado, 27 de junho de 2009

They don't really care about us

All i wanna say is they don't really care about us...o rei da pop faleceu..sim,já vi o documentário sobre ele que está a passar em todos os canais de Tv. O que posso dizer...este senhor era um prisioneiro da sua própria vida e imagem. Na realidade ele não tinha vida, muito se especulou dele ainda com vida, e muita coisa ainda se há-de falar, pois a história não acabou, agora hão-de vir muitos podres (digo eu), talvez algumas coisas boas também (espero)...
Cá fica uma das musicas suas musicas...não que eu fosse fã, mas cresci a ouvir isto logo...


Formações

Aqui a falar mal dos horários das formações e não é que eu tinha razão...uma formação de manhã nunca é boa ideia para mim...o meu cérebro só começa a funcionar depois das 3h da tarde e é se nesse dia não estiver de folga. Não estou a dizer que sou burrinha (porque Não sou), agora que estou cerebralmente preguiçosa, lá isso estou. Entre várias coisas que aprendi (interessantes mas que não são para aqui chamadas) fiquei a saber que o sal não tem validade. Alguém sabia isto?
Esta coisa de ter formações ao Sábado de manhã está a perder a piada, ah e de ter à tarde também...ups afinal já não quero formações...

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Haverá alguém que goste mais do seu carro do que eu???Népia, até deixo de comer quando lhe acontece alguma coisa, ando tipo uma morta viva por esta casa...oh god onde isto vai chegar??? Mas porque raio eu sou assim...

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Eu Vou!!!!

Eheheheheh...só vou um dia, é verídico. Mas a viagem já fica cara e ainda ter de arranjar um lugar para dormir também não ajuda muito. Mas é real, lá vou eu outra vez ao Alive...se tudo correr bem vamos dormir no Bairro Alto (arranjámos um sofá disponível lá para aqueles lados) e vai ser bem divertido. Alguém quer ir???Ainda há 2 lugares no carro...cama é que já não arranjo para mais ninguém.

Pedro Cazanova invites Andrea

Hoje acordei com uma vontade enorme de sair, dançar até de manhã, conhecer pessoas novas, ver gente gira, sei lá...e como esta música me dá mais vontade, cá fica.


Apelo ao Sr Tempo

Ó sr. Tempo, vamos lá ver as coisas, isto de ser mulher e conciliar as coisas com o bom tempo não é fácil. Com isto quero dizer, ando aí a pressionar a minha esteticista todo o santo dia para me fazer a depilação para poder ir para a praia (não é que não esteja feita, mas isto tem de estar perfeito não é...nunca se sabe), pois está um calor d'um caneco, quase que a suborno para ela arranjar um tempinho para mim... quando consigo o tempo fica uma porcaria!!!Não podia estar mais desapontada com isto. Isto de ser mulher não é fácil...e o tempo não ajuda.
Hoje que tenho um dia pela frente de água salgada, areia nos pés, peixes aranha, escaldões, etc está uma porcaria de vento que vai estragar tudo. Quero aquele tempo maravilhoso que fez no Sábado, please...

O que eu não gosto do Verão

  • Mosquitos - porque não me deixam dormir e me picam (o meu sangue deve ser muito bom). Infelizmente a única hora livre que tive hoje, passei-a a dormir em cima de umas caixas de papelão (tipo mendigo) e não fui ao supermercado comprar aquela coisa de ligar à luz que os mata a todos (os mosquitos é claro)
  • Osgas - mas porque raio tem de haver sempre uma ao pé da porta da minha casa, é chegar a casa tarde e a más horas e lá vai o grito do costume. Mas que bichinho nojento, asqueroso, etc (sim eu tenho MEDO deste bicho)...os meus vizinhos até se passam.

sábado, 20 de junho de 2009

Ok está decidido já não quero ver esta temporada de Anatomia de Grey até ao fim...vou chorar baba e ranho por isso mais vale estar quietinha...

Praia...



Quando acordamos e o único pensamento que nos vai na cabeça é que a amizade é o sentimento mais importante das nossas vidas...e que a única coisa que nos apetece fazer é sorrir... aproveitar um belo dia de praia e viver...simplesmente viver sem querer nada e querer tudo (é assim que me sinto hoje). Um Bom Fim de Semana para todos...

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Se não encontras a tua metade da laranja, não desanimes, procura a metade do limão, põe-lhe açúcar, aguardente, gelo e sê feliz!!!

Também não sei quem é o autor, qualquer dia andam atrás de mim a cobrar direitos de autor...

terça-feira, 16 de junho de 2009

Preciso de uma ajudinha...profissional...

Mas porque será que sempre que acho piada a algum gajo, só faço asneira. Não digo asneiras no sentido de asneira porque eu até sou muito bem comportada (a timidez altera todo o meu sistema nervoso). Pensava que com o tempo e a idade esta coisa da timidez acabava e que as coisas seriam diferentes, e nalgumas coisas são, noutras nem por isso, até acho que estou pior (ainda há quem ache que eu não sou tímida). Digo isto porque, se houver um gajo minimamente interessante por perto é óbvio que 'tenho'(involuntáriamente) de fazer figuras tristes e depois, claro está, fico vermelha que nem um tomate e já não digo coisa com coisa. Ultimamente não há dia em que não faça uma figura ridiculamente idiota ao pé de um daqueles gajitos que até poderia ser a minha futura alma gémea. A verdade é que muitas vezes digo as coisas erradas às pessoas certas e vá-se lá entender isto e depois merdinhas...


Outro post confuso, como se não bastasse um, já lá vão dois...vou tirar férias não estou a escrever nada que faça o mínimo sentido.
Eu até curtiria dizer que sou muito optimista, que acredito que tudo acaba bem e tal...mas na realidade sou uma pessimista do caraças e comigo parece que as coisas acabam sempre torto. Aquela história do 'Segredo' que se acreditarmos, se desejarmos mesmo e que se formos optimistas as coisas acabam por correr bem, comigo não funciona...eu acreditei, desejei e nada correu como devia...mas não faz mal, ainda não desisti. Afinal a esperança é a última a morrer (nem acredito que escrevi isto aqui, detesto esta expressão).
Agora perguntam-me vocês, do que é que eu ainda não desisti? Pois, boa pergunta...não havia nada de mais fácil para me perguntarem...não sei, mas um dia vou descobrir. Agora devem estar a pensar, mas esta miúda é doida, não tem os cinco bem medidos (expressão cá da minha terriola que quer dizer que estou maluca). Sim, realmente tenho aqui umas falhas graves, aliás gravíssimas porque procuro algo há tanto tempo que já nem sei o que é. Mas tenho quase a certeza que quando encontrar o que procuro vou ficar muito contente.

Isto é aquilo a que eu chamo: Confusão de ideias


Mas esta confusão de ideais tem os seus motivos:
  • está mesmo muito calor (quero praia, muita praia), quando está calor não consigo pensar
  • estou a ser atacada por formigas (devo ser muito doce)
  • tenho de comprar uma trotinete de 2 rodas atrás (ou lá como isto se escreve) para o meu sobrinho e não encontro em lugar algum, ideias alguém tem?
  • por último, tenho mesmo que acabar de ler o livro que estou a ler, pois começo a ficar impaciente

Nunca na minha vida falarei de coisas tão diferentes como acabei de fazer neste post, nada faz sentido e nada se relaciona...estou no auge.
Há perguntas que não fazemos com medo das respostas!!!

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Bonito isso né...

Li num livro:

Há algo de irresistível nas causas perdidas


in Eclipse de Stephenie Meyer
Demasiado cansada para pensar seja no que for... apenas quero relaxar e que deixem de exigir mais do que o que quero dar, ou melhor, não quero dar nada, porque se der sei que vou sofrer. Também sei que nada posso mudar e que se der mais de mim fica tudo igual, nada muda. Não estou para aí virada, não quero dúvidas a pairar na minha vida, apenas quero certezas. Ainda que por breves momentos, apeteceu-me sorrir, um sorriso puro, inocente e sincero como há muito não aparecia na minha cara. Senti que quando nós somos importantes para alguém, não há nada que questione isso; porém quando não significamos nada, também não é preciso fingir. Estou cansada de pessoas interesseiras, que quando precisam sabem onde procurar e usar todos os meios necessários para atingir um fim e que quando já não precisam deitam fora.
Afinal nada melhor que depois de uma semana de trabalho, um bom dia (meia tarde) de praia para levantar os ânimos.
I don´t belong here

quarta-feira, 10 de junho de 2009

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Domingos...

Começo a detestar os domingos, a sério não posso mais com este dia da semana (podem pensar que estou doida, mas ainda não é desta).
Hoje decidi que vou tirar este dia do meu calendário...além de ter começado o dia a deprimir (como já vem sendo costume) pois é ao longo da manhã que faço uma reflexão da semana e raramente gosto, seguiu-se o almoço de família (e que família esta, deixam-me doida) em que se fala de tudo, de nós e dos outros, de depilações, do trabalho, da vida, de sexo (esta é a parte boa, visto que somos maioritariamente mulheres as conversas são nossas), para finalizar 9.5hrs a trabalhar e a aturar gente mentalmente preguiçosa (sem ofensa para ninguém). Quem é que aguenta isto?!?
E ainda pior, hoje senti-me burra...pois uma das minhas irmãs está a tirar o 9º ano e pediu-me ajuda para resolver uma fracção e eu não percebi nada daquilo (oh god), já não sei resolver simples (que não são nada simples) problemas de 9ºano de matemática...outra das minhas irmãs acha que sou uma expert a mexer em computadores (tadinha, mal sabe ela que eu não pesco nada disto, só mesmo o básico e mesmo assim...são elas) e quer que eu lhe resolva montes de coisas e que lhe instale programas...mas este mundo está doido se nem para mim o consigo fazer quanto mais para os outros...

Ah e ainda me falam de férias no Algarve?!? se alguém quiser trocar comigo força, alinho...ficam na minha casa que eu vou para a vossa...porque já estou um bocado cansada disto. Não me importo de ir para uma cidade ou para um monte, só quero mesmo sair daqui por 1 semana.


A melhor parte, ganhei 8.50€ no euromilhões, por isso já só falta um bocadinho assim_____________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_____para ganhar o 1º prémio...

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Não sei quem é o autor (copiei de um blog que ando a cuscar) mas adorei.

Aos homens falta-lhes sempre uma peça do puzzle. Primeiro porque não fazem a mínima ideia do que é o amor. Depois, quando o descobrem, não fazem a mínima ideia do que fazer com ele.


Porém, não acho que isso seja um problema só do sexo masculino, visto que comigo se passa o mesmo. O problema (não é bem um problema, é mais uma das minhas coisas) é que começo a achar que me falta é o puzzle todo.

X-Men; Wolverine; Hugh Jackman


Simplesmente ainda me estou a babar por causa do filme...quis partilhar este pequeno aparte...

terça-feira, 2 de junho de 2009

O dia da criança

Já sei estou atrasada um dia, mas não tive hipótese de passar aqui antes...
Ontem, muitas pessoas desejaram-me um bom dia da criança
(não foi lá muito um típico dia da criança visto que o passei a trabalhar). Para ser sincera adoro a criança que tenho em mim, visto que essa criança faz de mim um pessoa mais calma, alegre, risonha, divertida e brincalhona ;). Pelos vistos a sms que andou a rodar, alusiva a este dia, era só uma e eu recebi-a assim umas quantas vezes, fogo quem disse que podiam deitar a minha chucha fora...e prendas, não devia eu ter recebido qualquer coisita (esta é a minha forma de pedir prendas) é que há umas coisitas que até nem me importava de ter recebido, nomeadamente, livros.

Bem mas cá vai, ontem tive saudades de alguns momentos da minha infância passados com as minhas irmãs
(somos 4 raparigas por isso podem imaginar o que era naquela casa) e com os meus amigos (rapazes, na minha rua só moravam rapazes e na escola so havia 4 raparigas).

  • prendíamos lençóis nas camas para tentarmos fazer uma cama elástica, depois atirávamos-nos lá para cima - conclusão lençóis rasgados e a minha mãe fula
  • apanhar girinos no ribeiro ao pé de casa e pôr no tanque do vizinho para os vermos crescer - conclusão passado um tempo o vizinho vinha queixar-se ao meu pai porque tinha o tanque cheio de rãs (atenção que nunca os ia por no meu tanque)
  • andar de bike o dia todo, não havia rua, caminho, estrada que não conhecêssemos...
  • irmos de bike para o spot onde os rapazes mais velhos iam fazer qualquer coisa como andar aos saltos com as motos...nós íamos de bike..era cair, rebolar, magoar-me mas era mesmo fixe...nesses dias chegava a casa assim para o castanha do pó que apanhava...
  • limparmos o tanque do meu pai e fazermos dele a nossa piscina de verão (andávamos doentes o verão todo porque a agua era gelada)
  • jogar à bola com os rapazes sem preceber nada daquilo, era só mesmo para ocupar uns minutos do dia
  • jogar ao berlinde
  • subir às árvores
  • etc...
Mas do que mais tenho saudades é de escapulir-me à noite enquanto havia aquelas jantaradas com muita gente (isso era comum lá casa) subir para a varanda e ficar a olhar o céu cheio de estrelas a sonhar, enquanto os ouvia a conversar e a rir lá em baixo.