Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2011

Pois bem, tinha logo que ser agora...

Já há uns tempos que ando com a pancada (boa) que tenho de praticar exercício físico. Ando nisto há já algum tempo mas em pleno Verão, com tanto calor e com os meus horários fui adiando para quando o tempo ficasse mais fresco. Tenho um plano fantástico e maravilhoso para me fazer penar as passinhas do Algarve. Qual Jilian ou Bob (admito que tirei algumas ideias dos exercícios deles), eu consigo sozinha. Porém, agora o tempo está mais fresquinho e ando mesmo cheia de vontade de pedalar e correr pela mata fora mas estou de castigo. Lixei as costas e pimba, nem andar consigo quanto mais correr ou pedalar. Preciso de uma valente massagem e repouso. Quando isto me passar já sei que também vou estar mole e com preguiça e o calor vai voltar... e aí não me vai apetecer tirar o cu do sofá, mas a ver vamos, pode ser que me surpreenda.

Ás vezes...

...só queria ter asas e voar para longe. Porque todas as decisões que tenho de tomar são sempre em prol de algo importante para mim. É só impressão minha ou na vida não devíamos de ter de escolher entre coisas importantes para nós. A minha sempre se fez de escolhas e pior é que às vezes sinto que escolhi sempre de forma errada...Já tenho receio do que aí vem. Tinha sido mais fácil de outra maneira, lá isso tinha.

Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência

É qualquer coisa como, estarmos rodeados de uma multidão, mas continuamos a sentir-se sozinhos This is life

Perdidos e Achados

Não sei se sou eu a perder-me, ou a sentir-me perdida, mas na minha opinião acho que deixamos muito a desejar no que respeita a direcções. Não tenho GPS, apenas me guio pelas indicações que apanho ao longo da estrada e já não é a primeira vez que estou a seguir direcções e pimba, no próximo cruzamento já não aparece as indicações do sitio para onde tenho de ir. Isto já me aconteceu por todo o país, não é algo que posso atribuir a uma determinada zona, mas infelizmente acontece sempre há noite e depois de estar num cruzamento ou rotunda com umas 5 saídas lá arrisco na intuição... umas vezes dou-me bem, noutras nem por isso. Será assim tão difícil colocar direcções até à zona pretendida? Ou se calhar é melhor comprar um GPS de uma vez por todas.

Agosto, meu querido Agosto

Aqui estou eu, no meu sofá a comer o farnel que levei para a praia. Estava tanto vento, mas tanto vento que nem dava para lá estar sem ser enrolada na toalha e a comer areia. Este final de Agosto está bem mauzinho...será que isto quer dizer que o Verão está a chegar ao fim?!? Logo este ano que eu tinha idealizado fazer praia até Outubro... De qualquer das formas aqui estou eu a degustar o bom do folhado de queijo e a beber um caprisone, para o final do lanche está reservado o belo do ananás natural. Sou uma gaja que se alimenta bem...

Achei-lhe piada...

...e sem dúvida alguma que era o mais bonito do programa. Espero não estragar o final do 'True Beauty' a ninguém, mas achei mais ou menos bem ganho. O rapaz é um doce e no meio de tanto mau feitio e com atitudes menos boas era o melhorzinho que lá andava. Achei piada a este reality show, no fundo é mais um para mostrar o lado menos bom das pessoas e para os próprios concorrentes verem que o que conta não é só o pacote por fora, mas sim o que vai lá dentro. Tirava-lhe aqueles brincos à Cristiano Ronaldo mas de resto, ui ui...

Voltei!!!

Depois de uma semana longe da civilização, voltei com força e garra. É preciso é que este meu querido pc não resolva pirar de vez após a sua curta estadia a reparar. Ao menos parece que está em melhor estado do que foi. Agora é levar uns bons dias a actualizar-me do que se passa nesta blogsfera (já vi no meu mail que recebi um selinho) e depois recomeço em força.  Epah, já tinha mesmo saudades disto...

Can we?!?

Can we pretend that airplanes in the night sky are like shooting stars?

My intuition sucks

Tento sempre ver o lado bom das pessoas. Tento sempre acreditar que todas as pessoas têm um lado bom, mesmo aquelas de quem não me falam bem. No entanto, uma coisa é simplesmente não gostarem de alguém e não quererem que eu goste, outra coisa é essa pessoa em causa não prestar para nada e eu insistir em acreditar que no fundo, bem lá no fundinho, não é assim tão mau quanto isso. A realidade é que em situações destas nunca me dei bem e as outras pessoas têm sempre razão. Já estou cansada de ter as pessoas erradas na minha vida, enquanto as certas me escapam por entre os dedos. A minha intuição é uma merd@...

Sometimes

Às vezes parece que ainda não passou, que ainda não faz parte do passado. Às vezes dói como se fosse ontem. Acho que era mais fácil se mudasse de país, continente, mundo... Há dias que mais valia ter tirado o cu de casa e ir apanhar chuva na praia, ao menos refrescava as ideias em vez de passar o dia a pensar em porcarias. Do mal ao pior, no inicio da tarde eram só porcarias do presente e agora mói-me o passado...

What goes around, comes around...

O karma, ai o karma. Até estou com medo dele. Não que tenha feito alguma coisa muito má, não que tenha prejudicado alguém... mas tenho cá para mim que quando ele vier cai o Carmo e a Trindade. A minha relação com o karma sempre foi complicada, por mais bem que faça o mal vem sempre bater à minha porta. Agora que fiz algo não muito correcto, já estou a antever o que aí vem... Depois não me posso queixar, é aguentar e calar.

Tenho a dizer...

...que a praia está fantástica e que já começo a fartar-me de areia. E piscinas para poder ir dar umas bombas, quem tem?!? Este Verão está a ser o tal Verão. Não me posso queixar de nada além de que as férias já estão a acabar e agora só há mais para o ano...

E se...

...hoje fosse o tal dia. Aquele dia que muda as nossas vidas para sempre...

Do amor

O amor deve ser o sentimento mais estranho para mim. Aquele com que menos consigo lidar. Em tempos sei que estive feliz e que deixei algumas pessoas fazer parte da minha vida, agora simplesmente não quero. Mas há uma pessoa. Uma pessoa que sem um motivo especial me faz sentir algo. Um sentimento ao qual não posso chamar de amor. Amizade talvez. Sentido de protecção. Não sei explicar, mas amor, amor daqueles de cortar a respiração não é. Não há borboletas, não há coraçãozinhos, não há nada. Só há qualquer coisa que não consigo explicar.

Se calhar ainda não desejei com a força e intensidade necessária.

Sem dúvida alguma que um dia que tome a decisão, mesmo que seja para pior, será a decisão mais marcante da minha vida e a que revolucionará a minha forma de estar na vida. Já era hora de o universo conspirar a meu favor e fazer acontecer. É que isto está difícil de aguentar.

Sim, vamos falar do tempo.

Só falta começar a chover, se bem que já choveu e já rebentaram trovões na parte da manhã. Esta semana apetecia-me sol, calor e pimba, voltei ao edredão e as casacos. Este tempo não se entende. Estamos a iniciar um Agosto em jeitos de Outono. O S. Pedro anda confuso, cá me parece.

Quando o pessoal começa a falar dos seus pais e tal...quando falam daquelas coisas mais simples como gostos e afins eu só sei que nada sei...

Nem sequer sei se o meu pai gostava de futebol, se era simpatizante de algum clube. Apenas sei que nunca podia faltar vinho tinto, aguardente, wishky e um maço de SG Gigante.  E pensar que há pessoas em situações piores que a minha... é triste, muito triste. Afinal foi quem nos deu vida e é isto.