Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2013

Fretes, Basta!!!

Acho que chegamos a uma fase das nossas vidas que os fretes deixam de fazer sentido. Tenho dito mais vezes a palavra NÃO e sinto-me bem. Por vezes custa-me dizer o não mas é o melhor para mim. Deixei de fazer fretes só porque sim, só porque não conseguia recusar. Agora estamos a par de deixar o maior frete da minha vida. Cometi um erro há 13 anos atrás e está na altura de o corrigir. Ninguém merece fazer aquilo que não gosta e muito menos quando isso está a arruinar com o nosso sistema nervoso. Já tive uma depressão há custa disso, não vou ter outra, não me chame eu Gaja Maria...

Das multinacionais #6

Para eles nós não temos vida própria. Não temos vida além da empresa. Para eles não há o aniversário da mãe, da irmã ou do cão. Não há festa imperdível e muito menos uma pessoa com quem partilhamos a nossa vida ou até mesmo filhos. O teu pai, mãe, irmã, cão, periquito, marido ou filho é a empresa. Não interessa que tenhas de ir ao médico ou que precises de uma baixa, a empresa é que interessa. O lucro da empresa é que é importante. Não querem lá saber que não possas andar, se tens de fazer 10 km para que eles possam ganhar dinheiro com isso tu fazes. E se errares o custo do teu erro é caro e com sorte chegas ao final do mês e recebes 10€ porque não te ensinam mas cobram caro os erros.

Ai que calor, ai que calor...

Ontem fiz uma sessão caseira de cinema e vi o G. I. Joe Retaliation. Não achei o filme assim nada de espectacular, mas em compensação tem este actor bem bonito. Morenos, eu gosto de morenos :p

Gulodices #4

Rendi-me a esta sobremesa. Se não é a melhor de sempre está mesmo lá perto. A receita foi tirada daqui e dali e alterada por mim. Ficou simplesmente maravilhosa, recomendo.

As cinquenta sombras

Eu li os livros. Quando apareceram pelos mercados portugueses logo não me suscitou muita curiosidade, talvez pelas criticas ao livro que fiquei sem vontade. Primeiro ouvi dizer que era muito sadomasoquista, depois que eram copias do Twilight e sei lá quantas mais coisas. Não achei nem uma nem outra. Admito que é uma escrita fraca, sem grande linguagem, a tradução dos livros tem algumas gafes (deduzo que fizeram o trabalho muito à pressa e no último nota-se mais), mas é um romance com muito sexo.
Li os livros e era capaz de ler mais um ou dois. Quando leio trilogias fico sempre com esta sensação do: e depois?. Foi assim com Stieg Larsson ou mesmo com o Twilght. Sobre o livro, acho que é um pouco exagerado na parte orgásmica da coisa, pois a mulher vêm-se sempre em todas as relações. Acho que para ser um romance à séria falta um pouco mais de romance e um pouco menos de sexo, coisa que acontece para aí a 200 páginas do fim do terceiro livro. Mas gostei, não tem uma história de bradar a…

Sem dúvida!!

Por vezes preciso mesmo de parar. Isolar-me do mundo, viver por mim e para mim. 

Há dias assim

Em que é uma pena não nos termos lembrado de tirar uma foto para mais tarde recordar. Almoçarada com os amigos, tarde de praia com a água a uma temperatura simplesmente divinal, muitos mergulhos, uma bola de berlim e leituras agradáveis. Quero muitos mais dias assim, pode ser?

Tempo, às vezes preciso de um tempo.

Às vezes preciso de um tempo. Um tempo para mim, para olhar para trás e interiorizar a minha dor e voltar a ser eu. Às vezes preciso de ser só eu, preciso de me encontrar comigo e não ter de ser outra pessoa qualquer. Preciso de mim. Eu sou assim, sou uma pessoa com muitos defeitos e qualidades, sou um ser humano que precisa de tempo. É pena que as pessoas não me saibam dar o tempo que eu preciso.  Fico na certeza de que são elas que perdem, que não chegam a conhecer o verdadeiro eu. 

Enquanto escrevo este pequeno texto estou a ouvir isto.

Código de honra o que lhe queiram chamar.

Não acho que na vida há um código pelo qual todos temos de nos reger, mas há coisas que tem de ser. Chamem-lhe o que quiserem, façam o que fizerem mas há coisas que não se fazem. É mesquinho, é triste e é uma falta de respeito que não consigo imaginar.  Há uns tempos um casal amigo acabou a relação. Até aqui tudo bem, as relações não são eternas e tudo acaba. Porém,  quando acabou esta relação acabou também uma amizade entre duas grandes amigas, daquelas que se chamam de irmãs e tudo. Acabou porque o dito cujo começou a andar com amiga/irmã.  Eu fiquei: WTF?!?

Tenho noção que para umas relações começarem outras têm de acabar, sei que ninguém é feliz para todo o sempre, mas tinha mesmo que ser com a tal amiga/irmã?!? Sei que não se escolhe de quem se gosta, mas tem de ser mesmo da amiga/irmã?  Enfim, moral da história, hoje já não há amizade e nem relação nenhuma. Cada qual foi para seu canto.  Agora eu pergunto: valeu as lágrimas, discussões, brigas, desgostos? Pelo que ouvi dizer a …