domingo, 29 de maio de 2011

Não são vocês, são os outros.

Já vi aqui muito boa gente a queixar-se deste mundo virtual, mais conhecido como blogsfera. 
Pessoalmente nunca tive razão de queixa, aqui sempre fui bem recebida e sempre recebi bem no meu cantinho. Na vida real já é outra coisa. Estou mesmo chateada e irritada. Podem ter-me dito o que acham correcto, a verdade deles. Mas hoje e pela primeira vez na minha vida senti-me mesmo incomodada por me terem ofendido e ainda por cima (talvez pela 'pouca' educação que me deram é que não me passei) tive de me controlar e calar. Sei que não escrevo nem falo o português mais correcto do mundo, que não sou a pessoa mais culta do mundo, que não domino politica e nem religião mas daí a duvidarem da minha licenciatura e chamarem-me burra vai um bocadinho. Vindo de quem vem, sinceramente não esperava.





nada contra os meus leitores, vocês são de certeza melhores pessoas mas tinha de vir o desabafo...

quarta-feira, 25 de maio de 2011

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Nunca é tarde demais!

Uma vez (para ser sincera foram muitas vezes) disseram-me que eu era demasiado ingénua e inocente. Que nunca via maldade nas pessoas e que por isso abusavam de mim. 
Sei que em todas as vezes que mo disseram, eu disse que não o era. Que até era demasiado matreira e que os apanhava a léguas. 
Hoje, depois de nem ter reflectido no assunto, nem ter dado segundas oportunidades tenho a certeza absoluta e sintética de que sou demasiado ingénua e inocente para acreditar nas pessoas como acredito. 
Sabem o que dói mais? Não é o ser parva e burra, mas sim, deixar sempre que me dêem a volta. Eu já sei que aquilo não é nada, que eu sou um mero fantoche no meio daquilo mas porque raio me iludo que realmente sou um peão importante. Não sou e nem nunca fui. 
Hoje vou dormir e não será sobre o assunto. Amanhã vou descansar. Na terça feira... olha nem sei, seja o que for.
Afinal nunca é tarde demais seja para o que for.

domingo, 22 de maio de 2011

Realmente a minha vida mais parece um filme de longa duração...

Só para avisar que vamos fazer publicidade gratuita ao Sumol porque adora as novas frases :)

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Verbo estar...

EU estou
TU estás
ELE deve estar
nós NÃO estamos
VÓS estáis
ELES estão...

em sintonia.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

O mundo de pernas para o ar!!!

A minha cidadezinha, aqui na ponta do país plantada, foi vitima de uma onda de mau tempo que deixou a cidade de patanas. É deveras assustador ver a cidade a nadar em água. A cada foto nova que aparece de mais uma desgraça é de ficar com os cabelos em pé... Agora é tempo de nos levantarmos e nos prepararmos para próximas ondas de mau tempo.

terça-feira, 17 de maio de 2011


Acho que iria gostar se os papeis se invertessem só uma vez para variar. Mas tal coisa não esta nas próximas previsões por isso é deixar andar...

domingo, 15 de maio de 2011

Precisamos de novos argumentistas para as novelas**

Já repararam que todas as novelas portuguesas têm um amor que nunca está pleno de todo e que ambos os personagens sofrem as passinhas do Algarve até ficarem felizes para todo o sempre. Há sempre um terceiro elemento que não quer que eles fiquem juntos e faz de tudo para evitar o enlace final. Ele é raptos, é violência, é tiros, é mentiras, é drogas é sei lá que mais. Não sei até onde vai a imaginação desta gente mas isto é demais. Sei que a vida não é um mar de rosas mas também não é preciso exagerar. Nas novelas é tudo muito dramático. Será que já não há amores simples e que simplesmente corram bem?!? É sempre preciso dramatizar a coisa?
Assim não me quero apaixonar, isto dá a ideia que o amor é sofredor. Por favor que venham as histórias dos príncipes e das princesas. Já chega de novelas dramáticas e que fazem do amor um bicho de sete cabeças e sempre com alguém a fazer a vida negra ao casal de apaixonados.

**eu sei que são só novelas mas até eu que não sou uma espectadora assídua me canso de tantos encontros e desencontros...

Semana Académica do Algarve = Festival Académico do Algarve = não repetir

Em tempos, no meu tempo de estudante era fã deste evento, na altura conhecido como Semana Académica e agora como Festival Académico. Levávamos o ano todo na expectativa do que aí vinha e durante uns 10 dias a cidade não dormia tal era o espírito da coisa. Era um bom espírito, apesar de esgotados e cansados era sempre a bombar. Para quem não era estudante universitário e que tinha aulas, era uma semana de morte pois os nossos pais não nos deixavam faltar às aulas por isso eram directas em cima de directas. Hoje o espirito ainda se mantêm mas a festa mudou. Mudou e muito e infelizmente para pior. 
Na minha opinião as coisas fazem-se aos poucos e quando queremos dar passos maiores que as nossas pernas acabamos por cair.
Espero mesmo que não seja isso que aconteça com esta nossa festa académica mas tenho receio que eles queiram fazer mais daquilo do que realmente é. 
O meu desagrado este ano foi total, do cartaz às condições do festival, à deslocação e tantas outras coisas faz com que tenha sido o pior dinheiro que gastei nos últimos meses. Gostava de saber se posso pedir o dinheiro do meu bilhete de volta é que pelo tempo que lá estive mais valia não ter ido. Começou logo mal quando quis ir para o recinto, eu e mais umas 500 pessoas decidimos que aquela seria a hora ideal para apanhar os autocarros que eles publicitaram gratuitos e de 10 em 10 minutos, esperei cerca de uma 1:30h e tive de ir de táxi que me ficou por 3€ (logo aí o gratuito foi há vida). Quando já estava a chegar ao recinto foi quando uma das cabeças de cartaz acabou o seu concerto. Acredito piamente que a Áurea dá um grande concerto mas com o tempo que eu esperei pela porcaria do autocarro lá se foi à vida esse concerto. Quando cheguei ao recinto com a nuvem de pó que lá estava instalada começaram os espirros, a comichão no nariz e os olhos a secarem mas ainda estava a tempo do outro grande concerto, Fat Boy Slim... e foi mais ou menos isso, curtir um bocado do som, ir comprar comida, nem vou falar desta parte tal era a má organização da coisa com gente a atropelar-se e tantas outras coisas, medonho. Ainda faltava um bom bocado para o país das maravilhar fechar as suas portas mas com a confusão para se chegar achei por melhor ir embora e ver se apanhava o autocarro. Mas pelos vistos mais meia multidão pensou o mesmo, de novo uma grande espera de mais de 1h pelos benditos autocarros que deveriam demorar 10 min e pimba quando eles chegam é tudo ao molho e fé em Deus e qual século XXI qual quê... pessoal a fumar dentro dos autocarros, a vomitar a fazer de tudo um pouco e um cheiro que só visto. Aqui a menina teve uma quebra de tensão e ia desmaiando mas como estamos em época festiva e tal e coisa, era do álcool por isso deixem-na morrer aí que é para beber menos da próxima vez. Realmente aquilo foi uma bela de uma merda e seja qual for o nome que derem aquilo continuará a ser uma bela merda.

Mais uma vez, vale a pena frisar que esta é só a minha opinião baseada na minha experiência e que esta foi mesmo muito má por isso não posso falar bem da organização e nem do evento.

sábado, 14 de maio de 2011

E a escolha foi #4



Pois bem, já que comecei a ler a trilogia do Stieg Larsson, vou continuar até acabar. Já vou no segundo livro, A rapariga que sonhava com uma lata de gasolina e um fósforo. Como no primeiro, não estou a perceber nada e espero bem que evolua e que se torne tão interessante como o outro. 
Segundo uma das personagens principais da história: 'As pessoas têm sempre segredos, é uma questão de os descobrir.'








Também estou a ler outro livro ao mesmo tempo, este foi comprado no leilão da Maria e do Gato e chegou fresquinho esta semana. Não é um grande livro nem uma grande história mas tinha alguma curiosidade em lê-lo. Também tenho a noção que está um pouco desenquadrado da realidade dos nossos dias e para a minha idade mas é tão leve que se lê num ápice.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Estou a ficar saturada...

...de ouvir falar do FMI e de como as coisas vão ficar piores, do Troika e das medidas de austeridade, de desastres naturais (que pelos vistos não lhe deram a importância merecida por causa do Troika), do desemprego, das subidas de preço, da crise e de como a crise afecta milhares de pessoas, da subida dos juros e do preço do gasóleo, do Sócrates e do Passos Coelho, enfim, cansei. 
Minha gente, senhores políticos deste país eu dou 1 ano, e olha que o FMI dura 3, para que a população portuguesa entre em depressão profunda se é que a maioria já não está.
Não há quem aguente, desculpem mas até a alminha mais positivista deste mundo se deixa ir abaixo com as previsões próximas e eu até não sou muito positiva por isso estou a ver o caso mesmo mal parado.
Por vezes temos que cair para nos levantarmos com mais força, mas um país inteiro a fazer isso não vai ser fácil, até sei que as coisas não estão nada fáceis e que tem de ser mesmo assim, mas já não há paciência...

Isto foi só comigo ou com vocês também?!?

O blogger endoideceu desde quarta feira e não conseguia aceder a nada, nem ao meu blogue, nem aos vossos e tenho cá para mim que me desapareceram comentários :(
Não sei não, mas que fiquei chateada lá isso fiquei.

terça-feira, 10 de maio de 2011

As coisas boas da vida...





...são aquelas que nos levantam o astral. Como um belo dia de sol, uma tarde passada na praia, ter um lindo por do sol só para mim, ter os melhores amigos do mundo, umas minis e patuscadas. Em suma, é ver o lado bom de tudo e sorrir, sorrir muito. Só assim as coisas ficam mais fáceis de suportar.

Agora é só pedir ao São Pedro que faça com que o  próximo fim de semana seja de muito sol e calor...

Sick and tired :(

Algo me diz que até ao fim do mês vou ter um esgotamento. Ainda nem a meio do mês chegámos e já não consigo ter forças para andar, para me mexer. O cansaço é tanto que nem energia arranjo para escrever ou ler. Estou a começar a ficar mesmo esgotada. Porque será que tenho aqui um sexto sentido a dizer-me que isto não vai acabar bem :(
E a Semana Académica aqui já ao lado e eu sem forças para a ir aproveitar... isto está mesmo mal...

segunda-feira, 9 de maio de 2011


Eu juro que não queria estar aqui a deprimir mas é impossível quando só passam musicas deprimentes no VH1... Opah, eu estou aqui a fazer um esforço para não chorar mas estes gajos parece que me querem ver lavada em lágrimas :'( é que depois de começar a ouvir já não sou capaz de mudar de canal...

domingo, 8 de maio de 2011

Das pessoas... II

É que isto está mesmo a fazer-me confusão. Não sei como reagiria, mas conhecendo-me como me conheço acho que seria tipo tempestade ou tsunami, mas pronto, isto sou só eu. É que não entendo como é que as pessoas se dão a estes papeis. Como fazem estes espectáculos para português ver. Então, se o meu namorado ou marido me trair com quem é que devo tirar satisfações, com a outra ou com ele?!?
Para mim a resposta é bastante simples, a tempestade viria, o tsunami levaria tudo pela frente mas era com ele que eu acertava contas e não com ela. Digo isto porque é com ele que mantenho uma relação e não com ela. Por vezes (a maioria) pensam sempre que o individuo estava na sua vidinha pacata e calma e veio de lá a cabra toda sexy e cheia de cutxis e sei lá o quê e pimba, já está. Mas a minha experiência de vida tem-me levado ao outro lado da questão, eles não são nenhuns santos. Eles andam de olho bem aberto quando tencionam alargar horizontes. Não digo que elas sejam umas santas que não são, mas eles é que deviam ficar na sua vida porque têm alguém a seu lado a respeitar.
Sem dúvida alguma que isto das relações tem muito que se lhe diga, mas há bem pouco tempo presenciei um bom espectáculo, pois a menina que se sentia traída (e não digo que não tenha razão) foi tirar contas com a outra dita cuja e esqueceu que o seu namorado estava ali com a outra de livre e espontânea vontade, que ele é que esperou pela outra e não foi ao contrário, que ele é que lhe dá trela...enfim, a namorada fica de consciência tranquila de que resolveu aquela situação mas esquece-se que ele ainda anda de olho bem aberto...
E depois a frase mais espectacular que poderia ter ouvido foi: a culpa não é minha, é dela. 
E pronto, é isto. Esta gente só merecia um valente par de estalos é o que é.

Isto hoje não está fácil...

...sinto um aperto tão grande no peito que só me apetece chorar e não consigo. Tenho mil um motivos para estar aqui lavada em lágrimas mas ao mesmo tempo sinto que não tenho nem um único motivo válido para cair uma única lágrima sequer. Posso só enfiar a cabeça nos lençóis e dormir como se não houvesse amanhã?!?
Hoje não me recomendo :(

Das pessoas...


Não entendo o porquê de se levar uma relação para a frente quando não estamos felizes nela. Quando procuramos por fora aquilo que devemos ter na relação em si. Nem falo só de sexo, falo da amizade, consolo, partilha, apoio, sonhos em comum, entre outras tantas coisas. Se na relação não se tem nada porque é que se faz esse esforço monumental para a manter? Não entendo, é o medo da solidão? É o receio de não ter mais ninguém? É o não se querer ficar solteiro para a vida toda? 
Não sei o meu dia de amanhã, talvez um dia vá ter uma relação assim e achar que sou feliz. Mas continuo a partilhar da minha opinião (pelo menos até ao dia em que faça precisamente isso e ache que é correcto) de que se me acontece o que quer que seja e se ao invés de queres partilhar com aquela pessoa com quem supostamente partilho tudo vou querer partilhar com aquele gajo lindo de morrer, que me faz babar todos os dias é porque algo está errado, nomeadamente as minhas prioridades.
É isso e aquela história (que já ouvi mais vezes do que deveria ter ouvido) do que vou trair primeiro que é para se ele me vier com esta conversa eu dizer que o fiz primeiro ou então a melhor de todas, ela sai com o ex namorado por isso porque é que eu não devo estar aqui contigo?!?
Hello, sou só eu a achar que esta gente anda louca...

voltámos aos textos sem sentido, demasiadas coisas na cabeça e depois dá nisto.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Acho cada vez mais piada...




Sempre o achei um grande rapper ou lá como lhe chamam. Mas a cada dia que passa acho-lhe mais piada. E nos Grammy's deste ano fiquei a babar-me para a tv enquanto via a prestação dele. A idade está a fazer-lhe bem, muito bem ;) até já se veste como um homenzinho ao invés daquelas roupas todas largachonas e tal.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Sou só eu...



...a achar estranho que as amêndoas de chocolate tenham um amendoim lá dentro?!? Ok, devia ter lido na embalagem antes de comprar mas parti do principio que se, se chamam amêndoas da Páscoa é porque têm amêndoa e não amendoim...

terça-feira, 3 de maio de 2011

Verdade, verdadinha!!!

 
A cada dia que passa tenho mais a certeza que a felicidade está ao longo do caminho que percorremos do que no final da caminhada.