quinta-feira, 30 de abril de 2009

Cosmopolitan...



Não sou muito de revistas cor de rosa, enjoa-me só assim um bocado a vida dos 'famosos', do tipo quem anda com quem, quantos pirafos dão nas dunas, quantas calorias comem...a sério este tipo de coisas aborrece-me e logo não costumo comprar revistas...porém, tenho um péssimo hábito que é ler do fim para o principio, quer seja revistas ou jornais (não me perguntem o porquê, porque também não sei explicar) e por isso compro uma revista todos os meses que é a Cosmopolitan (conhecida revista de mulheres) e este mês tinha um artigo fantástico que sinceramente me fez gostar muito mais de mim (leiam isto como se estivessem a falar comigo, ou seja, carregadíssimo de ironia).
Enfim, o dito artigo era as 57 RAZÕES PORQUE É ÓPTIMO SER MULHER (primeiro penso que não devemos precisar de razões para gostarmos do que somos), mas isto era interessante...
Vou só citar alguns pontos:

3-Quando nos cortamos a fazer a depilação, pelo menos não é na cara, onde todos vêem. (sim porque é muito mais divertido cortar-me na zona intima, em que não vai doer nada de certeza, nem ser nada desconfortável)

4- Não temos de sujar as mãos a mudar um pneu (...), há sempre um homem que faz esse trabalho por nós.(no ano passado uma colega minha teve um furo no parque de estacionamento da UALG e ninguém se voluntariou, nem os mecânicos das oficinas da universidade, fomos nós que o mudámos)

11- Quando não estamos para ali viradas, podemos dizer que estamos com o período. ( e só por acaso o nosso namorado não sabe a verdade, tipo TPM põe os homens doidos, nem pensem que os enganam com essa)

12 - Comemos os iogurtes que gostamos porque somos nós que os compramos. (é impressão minha ou há homens que moram sozinhos e que têm de fazer compras, logo compram o que gostam)

27, 28, 29, 30, 31 - Os famosos (uma data de nomes) gostam de mulheres. (e eu é que tenho paixões platónicas)

24 - Podemos escapar a uma multa fazendo olhinhos ao policia. (nunca fui multada, no entanto, todas as vezes que me mandaram parar não me parece que foi pelos meus lindos olhos de cor incógnita que me safei das multas)

34- Não ficamos de trombas se o nosso clube perde um jogo importante. (mas ficamos de trombas se não conseguimos comprar a mala, os sapatos, ou que quer que seja que nos vá pela cabeça)

5 - Os nossos sex-toys são mais eficazes e discretos que as bonecas insufláveis. (sim mas eles têm a melhor amiga deles)

Resumindo achei isto uma grande treta, claro está fartei-me de rir...só acho que podiam ter feito algo melhor...porque para mim só há um razão para eu gostar de ser mulher...que é ser como sou e principalmente aceitar-me assim gostando de mim.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Vinha com vontade de escrever uma parvidade qualquer por aqui...no entanto, deram-me uma má noticia e fiquei simplesmente triste, muito triste por sinal.
É em momentos destes que percebo como a vida é curta e como de um momento para o outro tudo acaba. Pensamos sempre que é daqui a muito tempo, porém cada vez mais as coisas são diferentes. Choca-me saber que todos os dias partem pessoas que são importantes para nós, principalmente quando são pessoas da minha idade e por gestos parvos. Choca-me que nos dias de hoje as pessoas façam asneiras que ponham em risco a sua vida e a dos que estão consigo.
Afinal o 'para sempre' não existe.
Podia não o ver há anos, mas hoje recordo-me dos bons momentos passados, risos, alegrias, tristezas, enfim, um ano inteiro de momentos... as lágrimas vêm-me aos olhos, por saber que tudo acabou assim de um momento para o outro e de uma forma tão parva. Da minha parte ficam saudades...preciso de acreditar que foi para um lugar melhor, ou pelo menos espero que sim.
Hoje sinto que tenho de dizer ao mundo que há pessoas importantes para mim, mesmo que elas não saibam que o são e quanto o são.

Amália Hoje



Este vai ser o primeiro cd que compro desde há uns bons anos para cá...vamos lá ver se o cd vale mesmo a pena...espero mesmo que sim...

A gaivota

Se uma gaivota viesse
trazer-me o céu de Lisboa
no desenho que fizesse,
nesse céu onde o olhar
é uma asa que não voa,
esmorece e cai no mar.

Que perfeito coração
no meu peito bateria,
meu amor na tua mão,
nessa mão onde cabia
perfeito o meu coração.

Se um português marinheiro,
dos sete mares andarilho,
fosse quem sabe o primeiro
a contar-me o que inventasse,
se um olhar de novo brilho
no meu olhar se enlaçasse.

Que perfeito coração
no meu peito bateria,
meu amor na tua mão,
nessa mão onde cabia
perfeito o meu coração.

Se ao dizer adeus à vida
as aves todas do céu,
me dessem na despedida
o teu olhar derradeiro,
esse olhar que era só teu,
amor que foste o primeiro.

Que perfeito coração
no meu peito morreria,
meu amor na tua mão,
nessa mão onde perfeito
bateu o meu coração.

sábado, 25 de abril de 2009

Que me desculpem os fans...


Estou a ler os livros da colecção Luz e Escuridão de Stephenie Meyer (a autora do Crepúsculo) e não podia ter ficado mais triste com o filme (só vi o filme agora, depois de ter lido o livro).
Eu sei que o filme é baseado (baseado não quer dizer igual) no livro...mas será que não podiam ter escolhido melhores actores...porque quando li o livro até pensei que os actores estavam de acordo com a história, mas depois de ver o filme senti que não havia química entre eles. E estar a ver um filme em que acho que os actores não mostram sentimentos...e a gaja no filme não tem nada em comum com a gaja do livro (vá em algumas coisas até pode ser parecida, mas noutras falha muito), nem é assim muito desastrada e até mostra ar de ser bem desenrascada (já vi o filme duas vezes graças à minha rica sobrinha e cada vez coloco mais defeitos)...
Até acho que o filme tem umas mudanças de planos ou cenas um bocado esquisitas...
O que acho mesmo estranho é que quase todos adoraram o filme, ainda não ouvi uma critica negativa do filme, quando este para mim tem tantas falhas...
A sério fiquei mesmo triste, claro que estou à espera do segundo (desejando) só para ver se vai ser como imaginei...
E pior mesmo é que eu gastei 20€ no filme...

Porque é que continuo a ver os filmes baseados nos livros que já li, nunca gosto mesmo de nenhum...talvez porque quando estou a ler faço o filme na minha cabeça e à minha maneira (claro está, é sempre mais bonito).Então é mesmo por isso que nunca consegui ver um filme antes de ler o respectivo livro...

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Eu Vou!!!!


Eu sei, sim ninguém queria ir mas afinal eu já tenho companhia...e vou. Claro está, vai ser 'Uma Aventura...no Pavilhão Atlântico' (lol)...eu e as minhas gajas e a nossa primeira aventura juntas (ao fim de tantos anos), só pela companhia já vale a pena.
Lembrem-me de levar os bilhetes (please) porque de certeza que só me vou lembrar deles assim que chegar ao Parque das Nações...

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Fast & Furious















Fui, vi, adorei e babei-me para o balde das pipocas (é mentira, mas quase)...

Gajas aos montes e quase despidas, montes de carros inteiros e desfeitos, muita musica e dois lindos meninos(supostamente um bad boy e um bom menino), o que mais gosto neste filme é a aliança entre dois amigos(supostamente rivais)...só por isso vale a pena ver...nunca me canso de os ver...
Para mim um dos melhores...só tenho a dizer que o Vin Diesel não fica nada bem com o fatinho laranja típico dos States.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Nunca façam apostas...

Nunca apostei nada na minha vida sem ser esta estúpida aposta que fiz...mesmo burrinha.
Mas porque raio haviam de inventar um cigarro com sabor a chocolate...era tudo o que eu mais queria que tivessem inventado há 2 meses atrás...(eles até inventaram há algum tempo, eu é que só descobri agora)
Ainda tentei convencer o cobrador da aposta a deixar-me só dar um bafito...mas que mal faria...não seria isso que me faria voltar a fumar...mas que raio...
Resumindo, o cigarrito com sabor a chocolate vai ter de esperar mais 10 meses...e se daqui a dez meses eu já não quiser saber ao sabe???
Epá, mas era só um bafito...nem vou dormir só de pensar nisto...mas se eu não dormir vou dar em doida...eu preciso mesmo de dormir...será isto a falta de nicotina no meu organismo...acho que preciso saber quais são os sintomas de uma ressaca de nicotina...
Agora sem brincadeiras...é melhor mesmo eu não saber o que é ressacar por algo...

terça-feira, 21 de abril de 2009

Pensamentos da hora de dormir....

Hoje estive a pensar(coisa que não é raro eu fazer) e percebi que realmente agimos como tolos quando estamos apaixonados. E agimos como uns otários chapados quando estamos apaixonados, sabemos que não vai dar em nada mas continuamos a ser tolos (não quero ofender ninguém, apenas estou a ser realista).
Mas realmente o ser humano é capaz de fazer coisas em prol da sua (ou não) alma gémea que não lembra a ninguém...afinal o amor tem razões que a própria razão desconhece.
Não pensem com isto que eu julgo que encontrei a minha alma gémea... nem que me estou a considerar super apaixonada por um alguém imaginário, porém, sei o que é gostar de alguém que não gosta de nós. Tentarmos fazer de tudo para que o gajo nos veja ou que simplesmente se aperceba da nossa existência neste pequeno mundo, mas não passam de tentativas falhadas. Depois chegamos aquela fase em que nos perguntamos o que temos de errado, mas na realidade não somos nós que estamos errados, são eles que não entendem, não compreendem e que não gostam. A seguir vem a fase do porquê, o porquê de estar naquele lugar, aquela hora e ver aquele gajo com o vimos, de uma forma que não é real, que não existe.
Depois quando começamos a compreender que temos que mudar e não sabemos como, porque afinal o que podia ser já não pode, parece que tudo se esmorona mas na realidade tudo fica igual apenas nós é que mudamos de sentimentos, vontades, desejos e sonhos. Afinal o sonho não passou de um breve momento da nossa vida(pode durar um dia, uma semana, um mês, um ano...ninguém sabe mesmo ao certo o limite) que queremos arquivar naquele canto que possivelmente cairá no esquecimento.

Como li no livro 'Português Suave' de Margarida Rebelo Pinto...A vida está cheia de tarefas inúteis. Apaixonar-mo-nos pela pessoa errada é talvez a mais inútil de todas.

(daqui a pouco tempo este blog vai parecer-se com a novela Malhação [isto é muito old school, só para aqueles que têm a minha idade é que sabem ao que me refiro] em que havia um gajo que estava sempre a dizer bonito isso , li num livro...)

Lua Nova

Os meus ouvidos estavam inundados de água gelada, mas a sua voz parecia mais límpida do que nunca. Ignorei as suas palavras e concentrei-me no som. Porque havia de lutar se me sentia tão feliz? Mesmo quando os meus pulmões começaram a doer-me, ansiando por ar, e as minhas pernas ficaram com cãibras face ao frio gélido, sentia-me contente. Já me tinha esquecido do que era a verdadeira felicidade.
Felicidade, que tornava a morte algo bastante suportável.
Nesse momento, a corrente levou a melhor, empurrando-me repentinamente contra algo duro, uma rocha invisível na escuridão. atingiu-me firmemente o peito, como uma barra de ferro. O ar saiu-me dos pulmões, deixando escapar uma densa nuvem de bolhas prateadas. a água inundou-me a garganta, sufocando-me e causando dor. A barra de ferro parecia arrastar-se e afastava-me de Edward, mergulhando-me no negrume, em direcção ao fundo do mar.
«Adeus, amo-te». Foi o meu último pensamento.

in Lua Nova de Stephenie Meyer

Rendi-me ao inevitável...as palavras

segunda-feira, 20 de abril de 2009

domingo, 19 de abril de 2009

Até que ponto é que isto é amor...

Andava eu aqui nesta coisa da Internet a cuscar novos blogs e descobri um que de engraçado não achei nada. Claro está que cada qual é livre de gostar do que quiser e escrever o que quiser (também há quem não goste do meu, mas não é por isso que eu deixo de escrever) mas choca-me a ideia de um gajo criar um blog só para encontrar uma gaja. Quem lhe diz a ele que ela quer ser encontrada?
Fui cuscando mais e fiquei estupefacta, pois o rapaz já foi a programas de TV (onde é que eu ando que nunca vejo estas coisas supostamente românticas, mas que eu acho pirosas), distribuiu não sei quantos flyers com a mesma tanga de que a procura e pelos vistos até hoje nada. Ele por aí anda a dizer que a ama, que já viveu uma história de amor com ela...mas e que tal ele perceber o tempo verbal que usa...passado.
Engraçado é ele dizer que lhe perdeu o rasto, mas que quando a encontrou à 3 meses ela lhe disse que o amava e que não era feliz, porém, que tal trocarem os números de telemóvel. Sim, porque há 10 anos atrás eu ainda utilizava o telefone fixo, mas nos dias de hoje quase todos temos telemóvel (afinal este é o país que está sempre no ranking dos telemóveis).Esta história a mim assusta-me e realmente eu não gostava de ter um Pedro na minha vida, pois acredito que um dia seria encontrada numa sarjeta já sem vida. Será que estou a ser demasiado má ao dizer isto??? Na verdade é assim que os psicopatas se comportam e aquele homem tem uma pancada qualquer. O que acho mesmo mais engraçado é os meios de comunicação darem oportunidade a coisas deste tipo, bora lá arranjar mais uns quantos psicopatas porque já os há tão pouco...

Para quem quiser cuscar, depois podem dizer-me se eu estou errada ou certa....pedro-procura-ines.blogspot.com/

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Afinal não sou só eu a pensar assim...
Passo a citar Pedro Paixão, no livro :'Viver todos os dias cansa', pág.83
(já não me lembro das normas da APPA para citações mas isto também não é nenhum trabalho universitário)

'Portugueses são pessoas que,(...) , cultivam a tradição de cuspir para o chão enquanto passeiam...'

Para saberem o resto, comprem o livro...mas aviso já que este é um paragrafo isolado sobre o assunto...mas é para não me dizerem que não fundamento o que digo.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Uma das minhas gajas faz anos hoje por isso:

Parabéns


Agora já sabes temos que fazer um jantarinho da praxe...
Ser mulher não é fácil e agora com a história dos metrosexuais, ser homem também não o é.
Exercícios para a celulite, pele casca de laranja, estrias, para fazer o bum bum mais redondinho, para ter uns abdominais bem definidos, etc...
Sim, eu estou a transformar-me, mais um ano com aulas assim, mais 10 cm e sou irreconhecível...
Quem diz que o step não custa nada, está redondamente enganado...depois de uma hora aos saltinhos posso garantir que nem consigo mexer o dedo do pé...se quisesse dar umas cambalhotas esta noite estariam em sério risco de não acontecer...mas pelo menos já consigo coordenar as pernas e os braços...só me fica a faltar o equilíbrio.
No entanto, pior mesmo que o step é o professor ser cliente no meu local de trabalho...digo isto porque cada vez que eu faço aquela cara de que vou cair para o lado ele lança-me aquele olhar do tipo...'come mais porcarias, sim vai enfrascar-te em pizzas e porcarias assim'...oh god...mudo de ginásio ou de trabalho???
Resumindo acho que me vou deitar na minha caminha e rezar para que amanhã me consiga mexer, visto que vou ter um longo dia pela frente...

quarta-feira, 15 de abril de 2009

A minha familia dava uma novela mexicana....

Há poucos dias, começou mais uma novela mexicana na minha família. Digo novela mexicana porque já dura à muito tempo e o enredo até para mim já é desconhecido.
Nunca conheci os pais da minha mãe, tive curiosidade mas não me foi possível concretizar. No entanto eles moravam na mesma cidade que eu, mas por motivos que me são alheios (entre um deles está o meu pai) eles não conheceram nem os netos nem os bisnetos.
Agora que a jornada deles teve um fim, eu fiz o meu papel (mais para acompanhar a minha mãe do que outra coisa) e no entanto houve pessoas que me criticaram por eu não sentir pena ou não chorar...oh god...não me peçam o impossível...é no mínimo irónico eu sentir algo por duas pessoas que nunca fizeram um mínimo esforço para conhecer os netos e que me são totais desconhecidos.
Agora a parte da novela mexicana é a divisão da herança...ah isto ainda vai dar que falar...é agora que eu fico rica...lol...(ou pelo menos é o que as pessoas pensam), porém a minha mãe até pode calhar qualquer coisa, o que é justo...
A mim, a parte da herança que eu podia receber já recebi, está nos meus genes e chama-se bruteza, brutidão...como lhe queiram chamar...é a pior parte do meu feitio.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

The Veils

Há que tempos não ouvia isto, ainda não entendi porque é que esta música me faz sentir bem...mais uma para a lista das favoritas...

Queca Super Bock

Um tipo levou a namorada para uma praia deserta. Desaperta-lhe o top do biquini e ela começa a refilar porque ali não dava jeito, que havia muita areia, que ainda se arranhavam e ia entrar areia por todo o lado, etc... O rapaz disse então:

- Calma! Não há nada que não se resolva!!!

E foi ao carro buscar uma grande toalha da Super Bock,que estendeu. A namorada deitou-se em cima da toalha. Ao puxar-lhe a cueca do biquini, uma rajada de vento levantou a ponta da toalha e ela reage novamente, dizendo que se iam encher de areia, que a toalha voava, que se arranhavam, etc... E ele:

- Calma! Tudo se resolve.

Foi ao carro e trouxe 4 latas de Super Bock, colocando uma em cada canto da toalha, para esta não esvoaçar. Como ela estava sempre a implicar com tudo, teve a ideia de trazer também uma venda do carro e para lhe pôr à volta dos olhos. Continuaram...
Já a rapariga estava nua, quando perguntou:

- Trouxeste preservativo?

E o namorado:

- Aqui não tenho, vou buscar ao carro.

Enquanto foi ao carro, passou um gajo que andava a fazer 'jogging'. Ao deparar com a tipa nua e vendada, deitada na toalha, primeiro aproxima-se, começa a mexer e, como ela não se nega, não hesita e 'por aqui me sirvo': salta-lhe para cima!!!

Após ter comido a menina, afasta-se e diz:

- F..da-se! Com uma campanha destas, agora é que eles rebentam mesmo com os gajos da Sagres...

domingo, 12 de abril de 2009


Brad no seu melhor...eu queria pôr o meu queridissimo Orlando Bloom, mas a pedido da minha rica sobrinha tenho de pôr o Brad Pitt...
Claro está, escolhi esta foto porque já me chamaram fútil... porque só falo de gajos giros... mas aqui ele está mesmo feio...mas continua a ter qualquer coisa...além de parecer um sem abrigo...

A minha cadela...

A minha cadela fez-me passar uma noite em branco...e porquê podem vocês se questionar...pois a minha grande menina resolveu passar uma noite fora sem me consultar primeiro.
Ontem, pelo pôr do sol ela resolveu dar uma corrida e pimba fugiu-me...
A minha Petsi (não está mal escrito, não a confundam com aquela bebida açucarada e cheia de gás) é um amor de cadela mas enfim queria experimentar coisas novas.
Na realidade, acho que ela está a atravessar uma crise de meia idade (já conta com 49aninhos na idade de cão) e por isso se escapuliu. Descontente com o que tinha cá por casa (uma meia leca 4 vezes mais pequeno que ela), o Pingo não lhe consegue satisfazer as vontades(ela também não quer que ele lhe satisfaça nada), logo, nada melhor do que resolver ir desbravar mato aí por fora (desculpem a expressão mas foi mesmo isso que ela foi fazer).
Quando a encontrei percebi que ela também não gostou do que encontrou aí por fora (bem que estava um macho a fazer-lhe a corte), pois facilmente lhe escapou e veio comigo para casa.
O que me apercebi é que o Pingo não se calava (devia ser com saudades) e eu estava bem tristinha por causa ela, pois apesar do seu porte (é enorme) eu tinha medo que lhe fizessem mal. O mais triste é que só hoje me apercebi que ela está mesmo a ficar velhinha e já não é ela que me passeia na rua, pela primeira vez consegui ser eu...
Agora só espero é que ela não traga companhia com ela...

sábado, 11 de abril de 2009

fartei-me de rir...realmente o tempo fez-lhes mesmo bem...

Mais um dia para esquecer....

Não tenho nada contra qualquer tipo de religião e para mim cada qual acredita no que quer, porém estes feriados religiosos estão a dar comigo em doida...
Estou mesmo a ficar farta destas épocas de família (sim porque acontece sempre algo mau nestas alturas) em que temos de sorrir e estar contentes. Porque raio não podemos simplesmente estar tristes e irrritadiços e mandar tudo à fava...
Aborrece-me seriamente estes filmes da época da Páscoa e o coelho também já me irrita um bocado...
E porque raio é que é um coelho de pêlo branco que traz os ovos e não é uma galinha com penas (radio comercial)...
Mais uma vez palavras ditas ao vento....
Isto depois de um dia para esquecer em que sinceramente as pessoas não se tocam e não me peçam para sentir o que não posso sentir (mais uma vez)...não é por não ter coração é só porque para mim não interessa, deixou de interessar à muito tempo...talvez quando comecei a ter percepção de quem realmente gosta de nós e a quem fazemos falta...
Sentimentalista???Não, sou mesmo durona...tenho um bloco de gelo em vez de coração...um dia, quem sabe pode até derreter....(ohhh tou mesmo a ficar mole)

quinta-feira, 9 de abril de 2009

A frase mais lida nos últimos meses....

'De momento não existem ofertas nessa área.'

A frase mais esperada dos últimos meses....

'Obrigado por ter enviado o seu curriculum, de momento temos uma vaga na área se puder deslocar-se às nossas instalações dia... pelas... para uma entrevista para preencher a vaga.'(nem sei se é assim que me podem responder visto que nunca recebi uma resposta)

Isto é frustrante...

Cartaz S.A. de 2009

Tarde mas chegou o grande (não é assim tão grande) cartaz desta grande semana académica que se realiza aqui nesta magnifica cidade...
Eu avisei que o suposto cartaz que já andava por aí a passar era muito para o que costuma vir...acho que só 2 bandas é que coincidem...
Eu só estou a pensar em ir dois dias...mas mesmo assim vou ouvir tudo na minha caminha(ainda não sei se quero)...
No ano passado por esta altura andava eu a distribuir as minhas fitinhas....ai acho que vou chorar...tenho saudadinhas...esta noite vou fazer serão e recordar todos os bons momentos passados ao longo dos fantásticos 4 aninhos...

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Apaixonei-me...


Isto é daqueles amores à primeira vista, e que vista....simplesmente amo-o...
Já me estou a imaginar dentro dele...
Enquanto não se pagar imposto pelos sonhos...ai, eu vou continuar a sonhar...
Se eu me cruzar com muitos na rua ainda vou ter graves acidentes pois eu não consigo parar de olhar para este lindo carro...mas como sou uma mulher de vários amores continuo a amar incondicionalmente o meu C2.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Colin Farrell


O segundo gajo que vem para o meu blog...eu até punha gajos reais mas como não quero ferir susceptibilidades, mantenho-me pelas estrelas de Hollywood...
Ele já tá bem mais velhinho mas continua a ser um dos meus bad boys preferidos...só não curti muito no filme Alexandre o Grande porque enfim...

Rally de Portugal

De inicio eu queria ir mas não tinha nem bilhete e nem companhia. Depois arranjei um bilhete e companhia. Mas só tinha um bilhete.....E por fim arranjaram-me montes de bilhetes e já tive montes de companhia...
Lá fui eu para o nosso fantástico Estádio Algarve...e o que se encontra lá...montes de gajitos ricos com as suas babes a tira colo...montes de probretanas que arranjaram bilhetes grátis e lá foram ver o especial (tipo eu, mas eu ainda andei por montes e vales de São Brás), encontram-se lá os entendidos da matéria e os ignorantes de carros (como eu que não percebo nada daquilo mas curto), os algarvios sedentos de alguma agitação e os de fora que só vieram para dizerem que: 'fui passar um fim de semana ao Algarve', enfim entre uma data de turistas destacam-se sempre os tugas...
Digo isto porque tuga que é tuga, anda sem tshirt (sempre, quer tenha um bom corpo ou não) quer faça sol ou chuva a cuspir para o chão e a beber cerveja (mas isto os turistas também fazem)...
Sim, só digo isto porque, lá vou eu caminhando com o meu estilo (ficticio) à tia de Cascais (sem ofensa para as meninas da zona)...sim, com a minha calça desbotada, a minha blusa ali da Zara (mentira, por acaso era da Springfield), os meus ténis que não são Timberland mas que foram tão caros que é como se fossem e com a mala pendurada no meu bracito a comentar o que por ali passava (uma mulher solteira tem sempre que avaliar as hipóteses...) quando quase me esbarro com um desses exemplares tugas sem blusa (claro) e também sem abdominais mas com um grande bronze à pedreiro que se vira para o lado e... pimba cospe para o chão...
Mas haverá habito mais grosseiro que cuspir para o chão...é porque aqui a tia de cascais (como a minha 'rica' sobrinha me chamou) acha que isso é nojento...a sério é mesmo algo que me revolta a alma.
Resumindo, além do escaldão que apanhei (bolas que não posso apanhar um bocadinho de sol que é isto...começo a achar que no escuro devo brilhar de tão branca que sou...)ri para caraças, diverti-me mesmo muito e no fim...ainda bem que há pessoas que me conhecem tão bem e que me fazem sentir tão bem, que me fazem perceber o quão bom é estar por aqui ainda...
Ahhhhh era suposto eu falar do rally, mas deixo isso para os entendidos na matéria...cada qual fala do que percebe...certo?

quinta-feira, 2 de abril de 2009

A wish...

Hoje estou triste...

Probabilidades...

A probabilidade da mesma coisa acontecer duas vezes à mesma pessoa é reduzida...porém não é impossível.
Em dois anos, duas pessoas diferentes conseguiram encravar as minhas chaves em portas diferentes sempre que sou eu que tenho de fechar a barraca. Mera coincidência ou não, ninguém gosta que às 22:30 tenham que andar a trocar fechaduras e e arranjar soluções para deixar uma porta trancada...mas porque é que estas coisas me acontecem sempre a mim...
Ok nem sempre é a mim, mas fogo, já tenho medo de fechar portas....
E que tal desta vez me acontecer algo bom...mas só assim para variar...
Procura-se trabalho...se souberem de algo em que se ganhe um ordenado (seja ele qual for) e não se tenha de trancar portas avisem-me (também não precisa ser na minha área)...