Pensamentos da hora de dormir....

Hoje estive a pensar(coisa que não é raro eu fazer) e percebi que realmente agimos como tolos quando estamos apaixonados. E agimos como uns otários chapados quando estamos apaixonados, sabemos que não vai dar em nada mas continuamos a ser tolos (não quero ofender ninguém, apenas estou a ser realista).
Mas realmente o ser humano é capaz de fazer coisas em prol da sua (ou não) alma gémea que não lembra a ninguém...afinal o amor tem razões que a própria razão desconhece.
Não pensem com isto que eu julgo que encontrei a minha alma gémea... nem que me estou a considerar super apaixonada por um alguém imaginário, porém, sei o que é gostar de alguém que não gosta de nós. Tentarmos fazer de tudo para que o gajo nos veja ou que simplesmente se aperceba da nossa existência neste pequeno mundo, mas não passam de tentativas falhadas. Depois chegamos aquela fase em que nos perguntamos o que temos de errado, mas na realidade não somos nós que estamos errados, são eles que não entendem, não compreendem e que não gostam. A seguir vem a fase do porquê, o porquê de estar naquele lugar, aquela hora e ver aquele gajo com o vimos, de uma forma que não é real, que não existe.
Depois quando começamos a compreender que temos que mudar e não sabemos como, porque afinal o que podia ser já não pode, parece que tudo se esmorona mas na realidade tudo fica igual apenas nós é que mudamos de sentimentos, vontades, desejos e sonhos. Afinal o sonho não passou de um breve momento da nossa vida(pode durar um dia, uma semana, um mês, um ano...ninguém sabe mesmo ao certo o limite) que queremos arquivar naquele canto que possivelmente cairá no esquecimento.

Como li no livro 'Português Suave' de Margarida Rebelo Pinto...A vida está cheia de tarefas inúteis. Apaixonar-mo-nos pela pessoa errada é talvez a mais inútil de todas.

(daqui a pouco tempo este blog vai parecer-se com a novela Malhação [isto é muito old school, só para aqueles que têm a minha idade é que sabem ao que me refiro] em que havia um gajo que estava sempre a dizer bonito isso , li num livro...)

Comentários

  1. Desculpa, mas eu não tenho a tua idade e lembro-me perfeitamente dessa personagem :p

    ResponderEliminar

Enviar um comentário