Há dias que me sinto tão pequenina, mas tão pequenina que acho que as pessoas passam por mim e não me conseguem ver... coisa difícil de acontecer visto que sou uma gaja grande. Depois, há os outros dias. Aqueles em que parece que uma porta se vai abrir e temos medo de passar nela.
Vamos esperar para ver, até pode não ser nada. Mas era bom que fosse.

Comentários

  1. Mais outro post filosófico.Se a porta abrir, vai em frente sem medos!Não percas a oportunidade. Se não der em nada, outras de certeza se abrirão.

    ResponderEliminar
  2. Sinto-me invisível tantas vezes.. é que nem é pequenina é mesmo invisível!! =(

    ResponderEliminar
  3. Hugão: Obrigado, às vezes preciso que me digam essas coisas :P

    Mariquita: se te compreendo :(

    ResponderEliminar

Enviar um comentário