O cliente tem sempre razão!

A frase mais ouvida em qualquer estabelecimento nos dias que correm, principalmente devido à crise e ao medo de perder os poucos clientes para a concorrência, é que os clientes têm sempre razão. 
Agora eu pergunto, como é que os clientes têm sempre razão se ofendem, faltam ao respeito, são mal educados e tratam quem os atende como se fossem inferiores. Em 13 anos de trabalho de atendimento ao público já ouvi de tudo e já aguentei de tudo. Nos últimos tempos as coisas perderam as estribeiras. 
Se um funcionário tenta explicar o motivo do que o cliente acha um erro, o cliente diz que o funcionário lhe chama de burro. Se o funcionário explica as coisas de uma forma clara e concisa e qualquer pessoa no estado normal compreende é porque o funcionário é burro. Isto não é tarefa fácil
Os clientes podem queixar-se no livro de reclamações do atendimento e dos funcionários. O que eu gostava mesmo de saber é onde os funcionários se podem queixar dos clientes. É que há por aí muito menino e menina mal fo**** e depois fo*** a cabeça dos outros. Isto lá porque estamos numa 'pseudo' crise e que as coisas estejam mal, não quer dizer que, lá porque sou cliente trato quem me atende como quero e me apetece.
 O que os clientes precisam saber, é que apesar deles serem necessários em qualquer negócio, ou melhor, serem o essencial em qualquer estabelecimento, isso não lhes dá o direito de ofenderem, serem mal educados e até ameaçar (já aconteceu mais vezes do que se pensa) quem está do outro lado do balcão.

Comentários