Devia de ser assim: A amizade duplica as alegrias e divide as tristezas

As pessoas às vezes não devem ter consciência do que dizem. Muitas vezes não digo o que sinto porque não quero magoar ninguém e muito menos ficar magoada. Por vezes sinto que os meus amigos não são meus amigos. Por vezes sinto que nenhum deles me conhece totalmente. Às vezes penso que as amizades que fizeram sentido há anos atrás, hoje, já não o fazem. Eu adoro-os acima de tudo. O que mais quero é vê-los felizes e em tudo o que poder ajudar ajudo. Mas tem dias como o de hoje, que sinto que eles se estão realmente a barimbar para mim, e que eu sou tudo menos importante na vida deles. Que os meus problemas e dificuldades são um mero ponto na vida deles... Hoje não estou para amigos, só estou aqui para mim.

Comentários