Não se ama alguém que não ouve a mesma canção*

Independentemente do que se diga, do que se queira ou não, daquilo que sentimos em cada momento das nossas vidas há uma coisa fundamental...amar a mesma música, os meus sons e compassos, os mesmos batimentos e pausas, sentir o mesmo em cada palavra acompanhada de uma nota músical. A música é um dos elos mais fortes. Eventualmente pode-se não gostar dos mesmos filmes, dos mesmos lugares, dos mesmos caprichos, podemos estar a milhas de distância, mas se se gosta da mesma música então temos melodia para a vida e por isso: 

Sei de cor
Cada traço do teu rosto, do teu olhar
Cada sombra da tua voz e cada silêncio,
Cada gesto que tu faças,
Meu amor sei-te de cor

Sei cada capricho teu e o que não dizes
Ou preferes calar, deixa-me adivinhar
Não digas que o louco sou eu
Se for tanto melhor
Amor sei-te de cor

Sei porque becos te escondes,
Sei ao pormenor o teu melhor e o pior
Sei de ti mais do que queria
Numa palavra diria
Sei-te de cor.**


É que é através da música que te sei de cor...


*Rui Veloso - A paixão
**Paulo Gonzo - Sei-te de cor

Comentários

  1. É mesmo verdade... E essas músicas são LINDAS! :D

    ResponderEliminar
  2. Boas escolhas de músicas (a do título e a da letra) e de foto a acompanhar (o filme da minha vida!). Quanto ao resto, no passado, a vida trouxe-me uma pessoa que gostava de coisas opostas às minhas em termos musicais e aprendemos a gostar das coisas um do outro e no final já as ouvíamos com muito prazer.

    ResponderEliminar
  3. A música é a linguagem universal.
    Não precisamos entender as palavras.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Roxanne: para mim é fundamental porque passo o dia a ouvir música...

    Crises de Idade: é mesmo, foi escolhida a dedo :)

    Martinha: a música é a nossa essência por isso tem de ser algo em comum...ou pelo menos que se torne em comum.

    Geri: Mas isso é que é preciso, desde que se goste é sinal que há uma sintonia...agora se nunca encontrarem esse ponto não vale a pena.

    ResponderEliminar
  5. Fresco_e_fofo: e sem duvida a melhor forma de comunicar :)

    ResponderEliminar
  6. Ela... a música. Universal, sem dúvida.

    Quando não sabes o que dizer, expressa-te numa canção.

    *

    ResponderEliminar
  7. Não sei se será só a música, mas faço minhas as tuas palavras quando dizes que para ti é muito importante. A música tem efeito cá dentro, tem o poder de mexer, de nos dar outro estado de espírito até. Quem sente da mesma maneira a mesma música que ouves, tem maior probabilidade de reagir como tu noutras situações.
    A música é a arte de ouvir, a arte de entender e de se deixar afectar...
    Beijo e boa semana*

    ResponderEliminar
  8. Soleeil: para tudo o que possamos dizer há sempre uma música, há sempre uma melodia...simplesmente ninguém conseguia viver sem música.

    Dark Angel: mais palavras para quê, a música é tudo isso e muito mais...mas também concordo que tem de haver mais qualquer coisa não é só a música. Nada se constrói sozinho e como é óbvio não é só através da musica mas esta é essencial...

    ResponderEliminar
  9. Tilida: sabes que eu compreendo que seja só parcialmente correcto mas para mim a música é quase tudo e conheço uma pessoa que é tão parecida comigo neste contexto que se não fosse o tudo que nos separa éramos seres perfeitos um para o outro.

    ResponderEliminar
  10. A musica leva-nos a sítios, a momentos, de encontro com outras pessoas, que de qualquer outra maneira seria completamente impossivel...

    ResponderEliminar
  11. O Fotografo: compreendo perfeitamente o que dizes...sei-te de cor através da música :)

    ResponderEliminar
  12. Caríssima "Gaja" perante as ideias que apresenta neste post só me ocorre para lhe responder uma outra música dos grandes Rui Veloso e Carlos Tê: - " muito mais é o que nos une que aquilo que nos separa...".

    Parabéns pelo blog.
    Parece-me uma "Gaja" com pinta.

    ResponderEliminar
  13. Pedro Gaivota: ai essa música, tanto me diz...
    E mais, muito obrigado :) Bem-vindo aqui à minha casa :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário