Prazos...

Ultimamente tenho ouvido falar constantemente em prazos, um prazo para entregar currículo, para limpar qualquer coisa, para encomendar, para devolver ou então tens de fazer isto hoje porque amanhã já não dá...resumindo, afinal tudo tem um prazo???

Haverá um prazo para ser feliz, ou um limite de dias de felicidade?
Digo isto porque, vou observando à minha volta e vejo na maioria pessoas conformadas com o que têm. Felicidade, aquele sentimento puro e genuíno de bem estar...népia, nem vê-lo.
Não digo que tenhamos de andar com um sorriso todos os dias e a esbanjar alegria por todos os poros(isso também é irritante), mas fogo, nós olharmos para uma pessoa e sabermos que ela não é feliz torna-se deprimente...

Haverá um prazo ou limite de dias para amar alguém?
Faz-me assim um pouco de confusão ouvir alguém a morrer de desgosto por uma suposta alma gémea hoje e daqui a uma semana já tem outra e se lhe perguntarmos pela ex nem se lembra do nome...
Penso que não somos obrigados a ficar agarrados ao passado mas fogo dêem tempo ao tempo(este é o melhor aliado), mas se amamos alguém de verdade não é numa semana que voltamos a amar (também depende do tipo de amor)

Haverá um prazo ou um limite de dias para esquecermos?
Quem me dera poder dizer que sim, no entanto, resta saber se queremos mesmo esquecer e o que há para esquecer (se é que há alguma coisa)...

Comentários