Daquelas coisas que não matam mas moem

Num belo dia desta semana, daqueles dias em que acordamos e sentimos que éramos capazes de comandar o mundo, cheguei ao meu local de trabalho e tive a noticia mais bombástica de todos os tempos. Uma pirralha mimada e incompetente que trabalha comigo, tinha ido apresentar queixa de abuso de poder da minha parte no act.
Não me chocou a atitude da pirralha mimada e incompetente, chocou-me sim que o meu patrão e gerente de loja acharem que não tinha razão de a ter chamado a atenção. Em 13 anos de casa, ambos, nunca ficaram do lado de quem defende o que é deles. Nunca apoiaram nada, nunca deram a razão às nossas atitudes, nunca agradeceram o suficiente. Ela foi apresentar queixa porque alterei o tom de voz com ela após a ter chamado a atenção calmamente por ter feito a empresa perder 2 clientes e lesar a empresa em cerca de 40€. Se ela tivesse simplesmente ouvido o que lhe disse à primeira, nada disto tinha acontecido. Mas a pirralha mimada e incompetente teve de continuar a mandar bocas para o ar como se fosse dona da razão quando já a tinha mandado calar e pimba, mandei-lhe dois berros e ela desatou a chorar.
Agora vamos ao que interessa, a pirralha mimada e incompetente trouxe uma carta de demissão e quis ir embora, então a gerente foi choramingar para ela continuar a trabalhar e não se ir embora. Agora resta-me saber o que me pode acontecer e que repercussões isto pode ter no meu futuro e pior, ainda tenho que levar com aquela pirralha mimada e incompetente todos os dias.
Pergunto-me eu, porque raio é que acham que eu tenho de me preocupar mais com aquela empresa do que com o resto da minha vida?!? Acham mesmo que vou dar mais de mim a uma empresa que me vira as costas quando deveriam apoiar?!?

Comentários