segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Há dias como o de hoje que só me apetece pôr uma mochila às costas e partir por este mundo fora. Afastar-me de tudo e de todos e conseguir respirar fundo sem ter nada em que pensar.
Infelizmente não é a virar as costas que as coisas se resolvem.

Sem comentários:

Enviar um comentário