Daquelas bofetadas que temos de apanhar para aprender.

Descobri que trabalho com uma cambada de falsos. Assim, de rajada, levei uma bofetada das grandes. Faço tudo por aquela gente e depois, toma e embrulha. Detesto o meu trabalho e algumas daquelas pessoas. Não consigo suportar pessoas que me fazem ir contra os meus principios e contra aquilo que acredito só porque é para o melhor da empresa. 
Mas, depois de dois dias a ouvir e ter de interiorizar tudo isto descubro que ainda há pessoas boas ou pelo menos melhores. Há sempre pessoas boas, ou pelo menos quero acreditar que sim.

Comentários