Teoria do Sexo

Não esperem uma teoria muito inteligente nem nada do género, é simplesmente uma teoria baseada em casos reais e fundamentada por muita pesquisa(lol).
A vantagem de trabalhar num lugar em que nem sempre há trabalho (devido à crise) é que nos podemos dar ao luxo de ter conversas simplesmente engraçadas (sobre sexo).
Na outra noite, falávamos nós de sexo (é preciso ver que conversamos baixinho e que quase ninguém nos ouve) enquanto chegávamos à brilhante conclusão que o sexo num relacionamento (mas só numa relação com mais de 1 ano) é como um contrato de trabalho...e porquê?
Bem, a razão desta brilhante conclusão só podia ser, nem mais nem menos, porque nos primeiros meses de namoro há pirafos por todo o lado (não querendo ofender mentes menos perversas); não interessa onde mas tem é de se dar pirafos, mostrar que somos os melhores, dar um motivo à cara metade para esta perceber que não podia fazer melhor escolha...e isto compara-se com o periodo experimental numa empresa, isto porque enquanto estamos nesse periodo queremos mostrar o melhor de nós, as nossas capacidades...e muito mais.
A segunda fase do namoro é aquela em que isso já não acontece, a quantidade de pirafos diminui (mas a qualidade pode aumentar)e já não se tenta provar nada à cara metade (a minha mente de psicanalista diz que é aí que está o problema) porque já é um dado adquirido.
No trabalho é a mesma coisa, assim que se passa a efectivo já não se quer saber e para quê tentar ser o melhor, já não é preciso provar nada.


Bem eu não concordo 100% com isto mas a minha cara colega tem razão em algumas coisas...que venham mais conversas como esta...

Comentários

  1. Já consigo comentar!
    Esta cor ta melhor :p

    ResponderEliminar
  2. gostei da comparação x)

    e tem uma certa verdade aí pelo meio...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário