Sou pelo politicamente correcto. Se não gosto de uma pessoa, trato-a de igual forma porque acho que lá porque não gosto de determinada característica da personalidade (ou pelo todo, prontes) não a devo tratar de forma diferente. Obviamente que não lhe vou espetar dois beijos na cara e ser toda laivosa mas falo cordialmente e educadamente. Foi assim que me ensinaram. Sempre aprendi que a frontalidade está muito perto da falta de educação e que há coisa que não estamos apenas a ser frontais como estamos a ser muito mal educados. 
Digo o que penso, faço o que acho correcto mas, acima de tudo, respeito os demais. Se me chamam de falsa e que mais, estão no vosso total direito. Mas eu não fui educada para ser mal educada. E mais, além do facto da educação, já aprendi que ás vezes não gosto de determinada pessoa porque não a conheço...

Comentários