A vida tem destas coisas

Quando entrei naquela empresa ela era quase um recém nascido, tinha para aí uns 2 anos. Trabalho lá há quase 13 e a empresa está a fazer 15. Hoje, que já assisti à sua maturidade estou a assistir à sua queda. Hoje os ordenados já não são pagos a tempo e as coisas estão mesmo feias. Fala-se em insolvência e os demais. As vendas estão fracas, os impostos brutais e não dá para esticar para mais lado nenhum. Possivelmente esta empresa não festeja os 15 anos de existência e eu fico sem trabalho muito antes do que pensava. A realidade do nosso país é esta. Uma tristeza ver a empresa que me acolheu quando era uma miúda e que, de todo, contribuiu com coisas más e outras muito boas, para a pessoa que sou hoje estar neste estado. Espero por dias melhores, muito melhores. 

Comentários