A metade da laranja, ou a tampa da panela, ou o raio que o parta!

Quando se chega a uma certa idade temos uma pressão descomunal de toda a sociedade, familiares, amigos casados ou amantizados, para que faças o mesmo.
Fui a um casamento em que a única pessoa sem acompanhante era eu e a minha sobrinha. Salvou-se o barman versus handyman que era lindo de morrer, super simpático e que fizemos amizade para a vida ou para a próxima semana vá.
Hoje, no segundo dia do casamento já diziam que nós vamos casar. Não nos vamos casar de certeza e vou continuar solteira por uns bons tempos, mas que há vontade para nos conhecermos melhor lá isso há.
E sinto que de um momento para o outro tudo está a mudar e estou a gostar da mudança.

Comentários

  1. Já sabes que è aquela base, a malta tem sempre o q falar. A mim dão me cabo dos miolos com a pergunta de quando é que tenho filhos! É que já não posso. Parece que essa gente é que manda na minha vida!!
    P.s. boa sorte com esse affaire!😊😊😊

    ResponderEliminar

Enviar um comentário