A minha melhor amiga


A minha grande amiga faz anos hoje. Com ela já chorei, já ri a bandeiras despregadas,já tivemos um lugar só nosso, já demos a mão para atravessar caminhos mais conturbados, já caímos, já subimos, já nos apoiámos, já estivemos apaixonadas pela mesma pessoa, já tivemos segredos só nossos, já escrevemos cartas...já partilhámos mais de 15 anos de vida. Ela conhece-me de uma forma que eu não sei explicar. Eu conheço-a de uma forma que não sei explicar. Ela é a minha outra metade. É uma das pessoas que tinha de fazer parte da minha vida. Sem ela não seria vida. Somos tão iguais mas ao mesmo tempo tão diferentes. 
Se eu pudesse dar-lhe o mundo eu dava. Se eu pudesse fazer com que tudo fosse um mar de rosas eu faria. Mas eu não posso dar-lhe o mundo e nem posso fazer o mundo dela todo cor de rosa, mas posso oferecer o meu ouvido, a minha atenção, o meu ombro, a minha mão, a minha amizade e o conforto do meu colo sempre que ela precisar. Hoje, vamos nos ver assim de fugida, porque a vida nem sempre facilita e isto de sermos adultos e de termos de trabalhar não permite loucuras...mas havemos de ter o momento certo para festejar e recordar velhos tempos e pensar nos próximos tempos. Hoje, sei que nada faria sentido se ela não estivesse na minha vida...há coisas que têm de acontecer em determinados momentos e o universo faz o mundo virar-se de pernas para o ar para tal acontecer. A nossa amizade aconteceu assim. Parabéns Débora, para mim é um orgulho fazeres parte da minha vida e da minha história mesmo que essa história não seja aquela que idealizamos vezes sem conta atrás do bloco 3 da Neves. Gosto mesmo muito de ti. Beijinhos

Comentários