As voltas da vida

No outro dia li uma reportagem numa revista que acompanha do Diário de noticias sobre casais que acabaram casamentos e relações supostamente estáveis por causa do facebook. Na altura fiquei confusa, como é que as pessoas se deixam levar por estas coisas. 
No entanto, há pouco tempo um ex namorico de infância descobriu-me no facebook e de vez em quando vamos comentando e gostando das coisas um do outro e falando sobre isto ou aquilo, vamos ali mantendo um género de amizade. Obviamente que não estou a meter-me no meio de uma relação (pois ele já é mesmo divorciado), mas admito que me faz alguma, para não dizer muita, confusão esta amizade. Passámos anos sem nos falarmos, sem nos lembrarmos um do outro. Seguimos a nossa vida e cada qual vive à sua maneira, não há aqui nada mas que é meio esquisito andar a remexer no passado é.

Comentários