A diferença entre fazer as coisas bem feitas ou fazer como achamos que deve ser feito

Há uns 2 anos eu recusava-me a ir para o ginásio. Dizia que a cidade tinha bons espaços para irmos fazendo alguns exercícios sem precisar de pagar uma mensalidade. Há cerca de 2 anos atrás arranjei uma lesão na perna esquerda que me tem lixado a vida este ano. Já fiz exames e mais exames, consultas e mais consultas, fisioterapia e agora mais fisioterapia. Tudo isto aconteceu por fazer desporto sem o apoio e supervisão de alguém que realmente percebesse do assunto. Agora vou iniciar mais um ciclo de fisioterapia, esperemos que seja o último dos próximos anos. O médico quer que cancele as minhas idas ao ginásio, os pt's já me apoiaram e dizem que me fazem um plano para trabalhar mais a parte de cima e relaxar a parte de baixo. Sei que isto parece parvo, mas se deixar o ginásio agora é como se parasse a meio de um objectivo e não queria nada. Gosto de lá ir, faz-me sentir bem comigo mesma. Viva os dilemas. Se tivesse feito logo o correcto desde o inicio nada disto aconteceria.

Comentários

  1. Oh, acredito! Eu não ando em nenhum, porque não há aqui nenhum perto, mas queria imenso. E percebo mesmo bem essa ideia do "não querer largar o objetivo"... Porque olha, se fores como eu, assim que paro depois é uma eternidade para recomeçar :x

    ResponderEliminar
  2. eu deixei-me de ginasio porque simplesmente com as minhas longas horas nao tou para isso lol mas fazes muito bem!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário